Este post tá pronto há um tempão e queria colocá-lo depois de terminar todos os posts da China, mas minha ansiedade de postá-lo logo não me deixou rsrs.
IMG_9986
Será que a China é este bicho-papão todo, que escutamos por aí? A resposta é NÃO!!
A China é um país incrível, que deve ser visitado, principalmente para quem tem não tem frescuras, como nós, e quem gosta de conhecer coisas diferentes, culturas maravilhosas, comidas exóticas (e esquisitas), povos surpreendentes e simpáticos, templos  milenares, enfim, quer uma experiência verdadeira de viagem. Antes de ir, confesso que li tanta coisa absurda sobre o país, que felizmente, não pude comprovar na prática, do tipo: na China todo mundo fura fila…, os banheiros são imundos, o povo escarra na rua o tempo todo, o país é sujo…Posso dizer que, mesmo o que era verdade, não era na intensidade que eu tinha lido.
Também escutei algumas perguntas infelizes ( poucas, é verdade), de pessoas que me perguntavam: o que você vai fazer na China?! Quem pergunta uma idiotice desta nunca deve ter saído da cidade que mora…santa ignorância! Então vou contar aqui tudo que vi da China, os mitos e as verdades, as curiosidades e MINHAS experiências e observações sobre o país.
IMG_8989
Banheiros
Em praticamente 100% dos banheiros da China, principalmente em Pequim, não existem vasos sanitários nos padrões ocidentais, ou seja, lugares para se sentar.  A maioria são vasos no chão, onde as chinesas têm que ficar agachadinhas pra fazer suas necessidades. Mas nos lugares mais turísticos, como na entrada da muralha, banheiros de shoppings e metrôs e até em alguns restaurantes chineses tradicionais, sempre tem um vaso modelo ocidental. É só observar as plaquinhas na porta, que indicam as “opções” de posição para você escolher.
Geralmente eles também nunca têm filas, já que é quase unânime que as chinesas vão no outro e, mesmo quando tinha, eu esperava um pouco pra poder ir no banheiro tradicional. Teve vezes que não teve jeito e posso dizer que, pelo menos, o xixi de ninguém espirra na gente rsrs. Mas os banheiros, na maioria das vezes, eram muito limpos, contrariando muitas coisas que havia lido. Muitas vezes bem mais limpo que os banheiros no Brasil. Em Pequim, há muitos banheiros públicos, espalhados por toda a cidade e, claro, salvo algumas exceções (às vezes tinham os que entrar e sair com o nariz tampado), a grande maioria era limpa, pasmem!!! Mas sempre leve seu papel higiênico, porque este sim é objeto raro por aqui.
banheiros
A educação e hábitos de higiene Chineses
Posso contar nos dedos quem tentou furar a fila e posso jurar que não enche a uma mão. Tinha lido que era impossível comprar tickets em metrôs, que na hora de entrar e sair do vagão era o maior empurra-empurra e, etc… mas gente, não vi nada disso, muito pelo contrário; o que vi foi uma organização absurda para entrar e sair dos vagões, um zilhão de vezes mais organizado que os metrôs no Rio e São Paulo. No piso da entrada dos vagões tudo era extremamente bem sinalizado e respeitado.
IMG_9616
Nos corredores, tinha mãos para ir e vir, devidamente respeitadas. Na escada rolante você tem a posição certa pra ficar (aliás, nunca vi isso no Brasil), enfim, sinto decepcionar, mas os chineses são bem educados no metrô e nos demais transportes públicos. Agora, o chinês faz muito barulho quando come, é verdade, mas isto é cultural…eles quase colocam a cabeça dentro do prato de comida e sugam aquela colherzinha fazendo barulhos estrondosos…também comem com a boca aberta, o que de alguma forma nos incomodava, mas…Os escarros na rua não eram tão evidentes assim e também vi muito pouco deste ato nojento.
IMG_0575
Embora seja comum os arrotos, não vi nenhum. Quando encenamos um pra ver se alguém se assustava, nada! Ninguém nem olhou pro lado… Normal, uai! As ruas, por sinal, eram muito limpas, exceto em alguns bairros com muito movimento de barraquinhas e mercados de rua, ou em ruas onde havia o comércio de carnes e peixes. Nestes, o cheiro era realmente terrível. Também sentimos alguns chineses bem fedidinhos…quanto mais velho, mais o odor aflorava…
IMG_0265
IMG_0268
IMG_0622
A comida
Tudo bem que a comida típica chinesa (e não a comida chinesa brasileira) não é a melhor do mundo, mas também não é nenhum horror como alguns dizem por aí. Tirando um prato ou outro esquisito e algumas iguarias que meu psicológico não me deixaram experimentar, eu comi muito bem na China, comendo quase que 100% em restaurantes típicos chineses, sem nenhum tipo de glamour nem frescura.
Cheguei a levar muitos digestivos e remédios pra diarreia, mas felizmente nada me aconteceu e os remedinhos voltaram do jeito que foram. 
Esqueça garfo e faca. Todo mundo come com os palitinhos, que na China não se chama hashi, mas também não sei como chamam. Mas pense que podia ser pior. Na India, o povo come com a mão!
IMG_8546
IMG_8559
IMG_9987
IMG_9045
IMG_9682
Comi muito porco, carneiro, frango, bife (que espero que não sejam de cachorro ou gato), dim sum…e achei tudo muito bom! Amei o Pato Laqueado de Pequim e chegamos a comer várias vezes na viagem, sendo que o melhor deles nós comemos num lugar horroroso, no centro do centro da Wangfujing Road.
O Alê é bem mais enjoado que eu e preferia comer sanduíches, mas eu queria comer comidas e experimentei várias coisinhas que, muitas vezes, nem sabia o que estava comendo.
Algumas vezes eu ia de Big Mac, só pra dar uma folga no tempero adocicado, mas não viajei até o outro lado do mundo pra isso, certo?
DSC02595
IMG_9250
Alguns restaurantes, mesmo que muito simples e bem tradicionais, têm menu em inglês e com fotos, mas às vezes, só foto, o que facilita e muito nossa vida, resultado das Olimpíadas de 2008 em Pequim, que abriram um pouco as portas da cidade para o mundo ocidental e globalizado.
Às vezes éramos o centro das atenções nos restaurantes, o que era muito divertido e curioso! Todo mundo entrava e nos olhava, mas depois se acostumavam. As bebidas são sempre sem gelo, incluindo cervejas e refri, mas encontramos algumas geladas. É só procurar que acha… Evitamos o gelo a todo custo nestes restaurantes. Vai saber de onde veio aquela água…
IMG_8545
IMG_9052
DSC02594
Pastas e pizzas são bem difíceis de encontrar em Pequim, a menos que você vá a algum restaurante mais sofisticado no bairro de Chaoyang. Já em Xangai e Hong Kong, come-se muito bem todo tipo de comida ocidental que se queira. Em Xangai, a Thais nos recomendou o Saizeryia, no Plaza Mall, que tem massas, pizzas e carnes maravilhosas e super baratas, uma ótima opção pra “descansar” do cheiro de noodle e curry da comida chinesa e acabamos comendo lá 2 vezes.
Em Hong Kong, experimentamos o Tim Ho Wan, o restaurante Michelin mais barato do mundo e comemos um verdadeiro banquete de comida cantonesa a preços de banana. Vai ter post exclusivo depois.
IMG_0285
E o escorpião? Ah, esta é uma iguaria que deve ser experimentada, estando em Pequim, mas confesso que não tive coragem. Cheguei a comprar o espetinho com 2 unidades e coloquei na boca, mas não consegui e o Alê mandou ver os dois, numa tacada só! Meu psicológico não me deixou comer …lembrava dos 7 escorpiões que encontramos na parede do nosso sítio, certa vez…não consegui. Imaginava o ferrão perfurando minha garganta e meu estômago e eu indo parar no hospital, em Pequim, já pensou? Hahaha, mesmo sabendo que nada disso aconteceria, pois o veneno é inativado pelo calor e os escorpiões são criados em cativeiro, só para esta finalidade: “alimentar” as fotos dos turistas!!!
IMG_8810
IMG_8838
Segundo o Alê e a Thais, só tem gosto de sal, que o tiozinho coloca após fritá-los um pouco em óleo bem quente.  Ainda assim, não deu!!! Dá também pra experimentar espetinhos de escorpiões negros gigantes, de estrela do mar, cavalo-marinho, lacraias e outros bichos estranhos…Os insetos são encontrados no mercado noturno da Wangfujing Road, em Pequim, que já falei aqui.
Pegar táxi em Pequim é pra artista
Nunca andei tanto a pé numa cidade como em Pequim, por culpa dos taxistas não quererem nos levar pra lugar nenhum. Gente, que absurdo! A gente abanava a mão com o cartãozinho com o endereço que a gente queria ir, em Chinês e, quando eles paravam (muitos nos ignoravam) olhavam e cartão e balançavam a cabeça em sinal negativo.  E isso aconteceu váaaaarias vezes, dezenas de vezes… no começo eu ainda insistia muito, na esperança de conseguir uma boa alma, mas depois desisti e preferi me perder andando de ônibus do que ficar igual a uma idiota implorando para os táxis nos levarem pra algum lugar. Não sei se por causa das distâncias serem relativamente curtas para ser ir de táxi (e muito grandes para ir a pé) ou se era porque na maioria eles não falam nada de inglês e têm medo de nós, só sei que só consegui pegar o taxi do aeroporto pro hotel e do hotel pro aeroporto em Pequim nos 4 dias que fiquei na cidade.
E o pior é saber que táxi era tão baratinho…Dinheiro realmente não compra tudo, muito menos um taxi em Pequim! Mesmo assim, tenha sempre o nome do local que você quer ir escrito em chinês e um bom mapa…nunca se sabe se você vai ter sorte de algum te aceitar.
O bom é que os sistema de metrô é muito eficaz em todas as cidades que visitamos. Ah, e na entrada , sempre temos que passar as mochilas e bolsas por um raio-x.
DSC02607
Dias de celebridade na China
Eu tinha lido e pude comprovar…Na China, somos verdadeiras celebridades e a todo instante, principalmente nos lugares mais turísticos, somos convidados a bater foto com os chineses. E como eles adoram foto! Não foram poucas as vezes que pedi pra tirar foto deles e que eles não só abriram um sorriso, como pediram depois para ver a foto, como se aquilo fosse a mais nova tecnologia do momento! No começo achamos o máximo!!! Como diz a Thaís, éramos as blogueiras mais famosas da Ásia hahaha.
IMG_8861
IMG_8869
IMG_8910
IMG_8912
IMG_8943
IMG_9019
IMG_9687
Falando inglês em Pequim
Pra ir pra China é preciso falar inglês? A resposta é não! O inglês não faz nenhuma falta por aqui quando o negócio é se comunicar, pois eles também não falam nada. Até no hotel, era difícil nos entendermos às vezes. É melhor saber mímica e ser boa em desenhos do que saber falar inglês na China.
IMG_9619
Cadê as fraldas?
Vimos muitos chinesinhos com a bundinha de fora, ou melhor, com este modelo de calça onde facilita na hora das necessidades da criança, mas fiquei me perguntando o que acontece com os bebês e crianças que ainda não sabem expressar sua vontade de fazer necessidades. Será que vai caindo tudo pela rua ou no colo da mãe?!
IMG_9011
IMG_9091
Compras
Quando eu conto pros meus amigos que não consegui comprar nada na China, ninguém acredita, pois me conhecendo , eles sabem que não resisto a uma comprinha. Mas na China, não consegui achar nada de bonito pra minha casa, nenhum artesanato, nenhuma roupa local bonita, nada…Ainda custei a achar uma capinha de celular toda de strass e depois ainda perdi o celular :(…As compras que fiz foram de lembrancinhas e algumas coisas em lojas que eu encontro em qualquer outra parte do mundo.
Tirando uma coisinha ou outra que comprei na feira de antiguidades de Xangai, uma besteira ou outra que achei em mercados e lojinhas aqui e ali, posso dizer que a China não é nenhuma maravilha como a gente pensa na hora de comprar. E ainda pode ser muito cara, dependendo do que você quer.
Tem que pechinchar muito e a ordem é SEMPRE jogar o preço lá em baixo. Funciona bem em Pequim e Xangai. Já em Hong Kong, além dos preços serem mais caros, não tem muita conversa na hora de negociar e, se você joga o preço muito baixo, eles te dão um BYE, na boa rsrs.  Ou falam pra você voltar amanhã rsrs. Mas em Pequim e Xangai, funciona. E quando eles aceitam de primeira sua oferta, pode saber que você ainda tá pagando caro! Se eles te oferecem algo por 100, jogue 20 que você vai levar por uns 25. É mais ou menos assim! Não se iniba!!! E quando você vira as costas e diz que não quer aquele preço que eles te ofereceram, eles saem atrás de você correndo e aceitam a oferta!!! Fiz isso várias vezes e funcionou. Se eles não fizerem, é porque realmente você chutou muito baixo, então reconsidere e volte lá se você gostou muuuito.
IMG_9694
IMG_9915
Tudo que puder, compre em Pequim e Xangai e deixe Hong Kong para os eletrônicos. Em Hong Kong, os melhores lugares são o Golden Computer Center, em Sham Shui Po, e o Mong Kok Computer Center, no bairro de Mong Kok e o Wan Chai Computer Center (Wanchai).  Mas Hong Kong tem tanta loja, tanta loja, taaaanta loja, que não entrava em nenhuma por não saber em qual entrar. Também não dava tempo, porque a cidade é bem grande, tem muita coisa legal pra ver…
Qualquer estação de metrô é um verdadeira mundo à parte, com lojas de todos os jeitos, para todos os gostos e bolsos. Nunca vi tanta loja de grife juntas numa mesma cidade igual em Hong Kong. Há ruas em que há 3, 4 loja das Chanel, na mesma calçada…impressionante!!! E tem todas as lojas do mundo por aqui. Uma loucura…Nas ruas, nos shoppings, elas estão lá, cada uma mais chique que a outra. E as orientais adoram uma grife! Do sapato à roupa, da bolsa aos óculos, elas adoram! Em Hong Kong tem um outlet que, a meu ver, não vale a pena: o City Gate Outlets, que fica ao lado da estação do MTR Tung Chang, em Lantau.
IMG_9075
Os gatinhos chamando os clientes pro comércio é uma constante na China e significam prosperidade e boas vendas!
Lá vem a noiva…
E como tem noiva na China, quase sempre, de vestido vermelho. Elas estão nos principais pontos turísticos, tirando fotos para seu álbum. Dentro da moda deles, até que os vestidos eram bem bonitos, mas vi uma bem desleixada hehe! Olha só esta de branco logo abaixo:
IMG_8539
IMG_8761
IMG_8763
IMG_9025
IMG_9794
As chinesas adoram dançar
Pra elas, não tem hora nem lugar. Basta um pouco de espaço livre, seja no parque, na rua, nas praças e elas estão lá, aglomeradinhas, fazendo sua performance, impossível de ser acompanhada, por nós, ocidentais. Eu bem que me arrisquei nuns passinhos, mas não teve jeito.
IMG_9093
IMG_9094

E então, viram que a China não é este bicho-papão que falam por aí, né?! O país é simplesmente incrível e merece ser visitado.

E você, já foi pra China? Conte suas experiências aqui pra gente. Vamos adorar saber seus perrengues, roubadas e também, as super dicas :)

PLANEJE SUA VIAGEM

Se você gosta das dicas do blog e se de alguma forma elas ajudam você a planejar sua viagem, ajude-nos a manter o site fazendo faça suas reservas através dos links abaixo, sem nenhum custo adicional. Clicando nestes links, você contribui para manter o site sempre no ar e não tem que pagar nada a mais por isso!

Reserva de Hotéis

Booking.com: é o site onde reservo praticamente 100% dos hotéis nas minhas viagens. Ele é super prático e na grande maioria das vezes disponibiliza reservas com cancelamentos grátis. Nele é possível selecionar os hotéis por categorias, preços, localização e comodidades! Clique neste link para reservar seu hotel.

Aluguel de Carros

Rentalcars.com: uma das maiores empresas de aluguel de carro no mundo, onde é possível comparar preços em diversas locadoras do mundo, dentre elas, as gigantes Hertz, Avis, Europcar, etc. As reservas geralmente são canceláveis gratuitamente, já que planos de viagem sempre podem mudar! Sempre reservo meus carros com a Rentalcars no mundo todo e super indico. Clique neste link para reservar seu carro com a RentalCars.

Seguro Viagem

Seguros Promo: A Seguros Promo trabalha com as melhores empresas de seguro do mercado, onde é possível fazer um comparativo entre elas. Em alguns lugares, como Europa, o viajante só pode entrar munido de um seguro viagem. Reserve seu seguro conosco clicando neste link.

Passagens Aéreas

Passagens Promo: Busque as melhores tarifas de passagens aéreas através do nosso parceiro PASSAGENS PROMO, clicando neste link.

Ingressos e Passeios

 A Get Your Guide é uma das maiores empresas de turismo em atividade no mundo. Com ela você reserva transfers, passeios, ingressos para shows, eventos e várias outras atrações no Brasil e no mundo. Para reservar seus ingressos com a Get Yor Guide clique aqui.

20 thoughts on “China: comida, compras, hábitos de educação e tudo mais que você precisa saber…”

  1. Ótimo post, parabéns! Eu tb fiquei curiosa pra saber como as crianças fazem suas necessidades… rsrsrs Acho que tb não teria coragem de comer escorpião. Deixo isso pro Luiz, meu marido. Ele, sim, adora experimentar essas coisas.

    1. Pois é, Débora, como será que as criancinhas fazem? rsrs Eu bem que tentei comer o escorpião, mas foi demais pra minha cabeça hehehe Obrigada pela visita e pelo comentário! Bjs

  2. Maravilha esse post, parabéns! Estou indo para China dia 30/03/15 e estou nervosa com a língua e a comida (nem cheguei lá e já estou assim. hahaha)mas estou amando a ideia de conhecer esse país incrível.

    1. Inocêncio, não, comer cachorro não é comum na China. Pode ser que algumas comunidades beeeeem remotas no interiorzão do país ainda comam, mas isto não é um hábito comum.

  3. ei cara china é babaca isso é um perigo cara esses bebes dxi rabo di fora… chixaa mas de resto adoro gato frito e cao assado !!uma deliciaaaa!!!!

  4. Gostei do post! Só no final, que imagino que não era uma dança, era tai chi chuan!

  5. Adorei seu relato, até ri com algumas declarações, fiquei curioso e um dia visitarei a China.

  6. Olha, fui em outra China.
    Povo rude, mal-educado e porco, que se espanta com ocidentais, mesmo tendo sediado uma Olimpíada.
    Banheiros sempre, sempre, sujos, sem papel.
    Trânsito caótico. Motos pelas calçadas. Total desrespeito ao pedestre.
    Comidas insuportáveis.
    Completo cerceamento do direito de ir e vir nas ruas, com grades por todos os lados.
    Uma adoração inexplicável a Mao, em todos os lugares.

  7. Ah…ia esquecendo…escarros??? Diariamente, em todos os lugares: elevador, corredor de shopping e, pasmem, durante o café da manhã, no salão do hotel…realmente, se vc não viu, considere-se uma sortuda!!!!!

  8. Olá Carol! Estou organizando a minha viagem para China e as suas dicas e comentários estão sendo muito valiosos! Muito obrigada por compartilhar a sua experiência.

  9. Você saberia me dizer o que uma familia com crianças pequenas q vai morar anos em Hong Kong poderia comer , saudavelmente,nas refeições diárias…..
    Porque crianças são um pouco difíceis de comer qualquer coisa hoje em dia… E também porque vc passar uns dias é uma coisa, mas morar por anos é bem diferente! As crianças estão em desenvolvimento e crecendo, porisso minhas dúvidas. Obrigada

    1. OI, Angela, Hong Kong é uma super metrópole, que tem todo tipo de comida do mundo inteiro, não vai ser difícil encontrar opções mais normais pra crianças e até mesmo nos supermercados. Você vai mudar pra lá? bjs

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Instagram did not return a 200.

Me Acompanhe no Instagram