Recentemente descobri que uma conterrânea minha, a Nathália, que por sinal é irmã de um grande amigo meu de infância, compartilhava o mesmo vício e a paixão por viagens que eu. Desde que descobrimos isso, ficamos mais próximas e chegamos até nos encontrarmos num fim de semana destes aqui em casa (hoje, nós duas moramos no interior de São Paulo).

Claro que o papo não foi outro além de viagens, planos para as próximas viagens, entre uns goles de Cosmopolitan. E foi aí que convidei a Nathália pra escrever um post sobre o Jalapão, um destino brasileiro pouco difundido entre nós e que, certamente, tem muitos encantos. Me surpreendi com a beleza do lugar pelas fotos da Nathália e o post está muito bacana e super explicadinho!

Eu e a Nat temos um perfil de viagens bem parecido: gostamos de lugares exóticos (ela agora está na Austrália e Nova Zelândia e já está de viagem marcada pra Índia e Qatar , #invejabranca), sem gastarmos rios de dinheiro pra isso…

Então, com vocês, 5 dias no deslumbrante Jalapão, por Nathália Granato Loures (obrigada por aceitar o convite, Nat):

“Faz pouco tempo que ouvi falar sobre o Jalapão. Logo que soube da existência deste oásis brasileiro lancei no Google Imagens e me apaixonei com o que vi: dunas douradas, rios límpidos (dos únicos de água potável no Brasil), inúmeras nascentes (fervedouros), natureza selvagem, o famoso capim dourado (exclusivo nesta região), etc. Até que surgiu a vontade (pra variar) de viajar no feriado de 20 de novembro.

1

2

Dentre todos os possíveis locais que eu poderia ir no feriado, Palmas (acesso via aérea ao Jalapão) foi a opção mais viável ($).

Logo pedi ao meu namoroivo (namorado + noivo = Gustavo) que pesquisasse sobre hotel/agências de turismo….já que ele estava em férias sabáticas em SP (e eu trabalhando…rs).

Conseguimos economizar um pouco porque compramos um dos trechos com milhas da TAM, que por sinal estavam caríssimas por ser feriado (9 mil). Mas milhas foram feitas pra isso não é verdade?!

Ao pesquisarmos sobre agências encontramos 2 opções:

  • Águas do Jalapão , que não foi muito solícita (enviamos email, não nos responderam, ligamos, pediram pra reenviarmos o email, enviamos e não nos responderam novamente). Nem conseguimos saber o preço.
  • Korubo Safari Camp: esta sim foi uma agência solícita, nos respondendo emails, dando todas as informações, etc. O site deles é bem completo, com fotos, informações sobre o Jalapão, passeios, roteiros de 4 a 7 dias, etc.

Depois vi que existe outra agência: Jalapão Extremo – Day Tours, que parece uma boa agência também.

Fechamos com a segunda opção (Korubo). O valor do investimento foi de R$ 1970,00 (a vista no cartão de crédito) por pessoa, que incluiu:

  • Transfer do aeroporto de Palmas para a Pousada dos Girassóis na capital,
  • Hospedagem da Pousada dos Girassóis,
  • Viagem ao acampamento Korubo Safari Camp (300 Km),
  • Todos os passeios no parque,
  • Alimentação (exceto bebidas alcoólicas),
  • Equipamentos de canoagem e demais passeios,
  • Água gelada e lanchinhos nas idas e vindas,
  • Retorno para o aeroporto de Palmas,
  • Resumindo: tudo!

Entre o fechamento do pacote e o embarque foram longos dias de ansiedade. Até que chegou o dia da alegria!

1º dia, ou melhor, noite de viagem:

Pegamos um vôo da TAM que saiu de Guarulhos às 20:05 com escala em Brasília. Chegamos em Palmas às 23:30 (dentro do horário previsto). Conforme combinado, a Korubo nos buscou no aero e fomos para a Pousada dos Girassóis, onde passamos a noite.

A pousada/hotel fica muito bem localizada, perto da praça dos Girassóis (2ª maior praça pública do mundo), onde fica o Palácio Araguaia (poder executivo).

Não aproveitamos Palmas, o que foi uma pena, pois a capital tem lugares interessantes para serem visitados. Uma curiosidade é que a capital é o ponto geodésico do Brasil (e Cuiabá MT da América do Sul). Fomos recepcionados com as avenidas completamente iluminadas para o Natal e fim de ano. A foto abaixo foi a “menos pior”, já que foi tirada de dentro da van.

3
Ruas iluminadas de Palmas

 

2º dia:

Tomamos café na Pousada Girassóis. Havia bastante opção de bolos, pães, tapioca feita na hora, frutas, ovos mexidos e bacon caso quisesse, etc. Por volta das 8h pegamos estrada em direção ao Jalapão.

Fizemos um pit stop rápido em Santa Tereza do Tocantins para irmos ao banheiro. Seguimos mais um pouco até Ponte Alta para almoçar (as 11h da manhã) numa pousada/casa. Comida caseira, bem gostosa, suco natural. Trocamos de “caminhão” e seguimos viagem, ainda em estrada asfaltada. Pouco tempo depois iniciou o trecho em estrada de chão.

nosso caminhão inspirado nos safaris da África.
nosso caminhão inspirado nos safaris da África.

Nossa primeira atração foi nos campos de capim dourado. A colheita havia terminado em setembro, mas ainda restavam alguns indivíduos para nossa alegria. Ele é de fato muito dourado.

campos de capim dourado
campos de capim dourado

A segunda atração foi a cachoeira da Velha. O nome é devido a uma senhora de idade que morava sozinha por perto. A cachoeira é bem grande, com um volume de água considerável.

Cachoeira da Velha
Cachoeira da Velha

Pra fechar o dia com chave de ouro, a terceira atração foi descansar na prainha do Rio Novo. Que delícia de praia!!!!!!! Como era época de chuva o rio não estava completamente transparente, mas a água é completamente limpa.

6
Rio Novo e suas águas límpidas
7
Prainha do Rio Novo

Quando chegamos ao acampamento já era noite. Cada um se acomodou na sua barraca (com cama e vaso sanitário), conhecemos o banheiro para banho, tomamos banho e fomos recepcionados com petiscos e caipirinha. Em seguida o jantar foi servido: 3 tipos de macarronada (alho e óleo, bolonhesa e yakisoba). De sobremesa uma deliciosa banana assada, com creme de leite e farinha de biscoito maizena.

Recepção no restaurante com petiscos e caipirinha.
Recepção no restaurante com petiscos e caipirinha.

A noite terminou na beira do Rio Novo, admirando as estrelas. Vocês não fazem ideia da beleza que é o céu estrelado do Jalapão. É possível ver tudo: três marias, cruzeiro do sul, estrela cadente, etc. Foi o céu mais lindo que eu já vi na minha vida!

3º dia:

Começamos com uma caminhada logo as 6h da manhã à beira do rio. Esta atividade era opcional claro, mas muito gostosa.

Essa era a nossa barraca de luxo!

7c

O café era servido sempre as 7:30. E era caprichado (como todas as refeições): frutas, pães, bolos, pão de queijo, queijo, requeijão, leite, sucos. Melhor que em muitos hotéis. E tudo era servido bem quentinho.

Em seguida era hora de se preparar para fazer caiaque no Rio Novo. O dia parecia nublado, mas logo o sol saiu e eu adquiri uma linda marca de sol entre a calça de ginástica e a meia.

8
Turma se preparando para a aventura

 

9
Eu numa mini corredeira

 

Em seguida almoçamos, descansamos um pouco no redário e partimos em direção às dunas para ver o por do sol!

10b
redário ou “preguiçolândia”

 

No caminho avistamos os platôs (montanhas de cume plano, todas da mesma altura). O Jalapão tem diversos deles: Serra do Espírito Santo, Serra Geral, Serra da Jalapinha.

11
Cartão postal do Jalapão.

 

As dunas são incríveis, e o contraste dela com o verde do cerrado é fascinante! Pena que o tempo não nos ajudou a admirar o por do sol! Estava nublado…

As dunas se formaram ao longo do tempo pela ação do vento sobre os platôs. No futuro os platôs darão lugar à dunas de perder de vista. Os guias nos contaram que já é perceptível o aumento da área de dunas ao longo dos anos.

12
rio límpido e rico em ferro ao lado das dunas. Eu bebi da água dele e não tem gosto de nada. É 100% pura!

 

13
eu e Gustavo nas dunas, o buritizal e os platôs ao fundo.
14
o incrível contraste do laranja e do verde.

 

15
Não teve por do sol, mas deu pra ver a formação da chuva no horizonte.

 

17
árvore desenhada pelo vento e uma criança pendurada nela…

 

Ao longo das nossas idas e vindas a Korubo nos fornecia água bem geladinha e lanchinhos, pois os trechos eram curtos, mas a velocidade era baixa devido às condições da estrada (40 Km/hora).

Voltamos para o acampamento, tomamos banho e saboreamos mais um delicioso jantar que o chef carinhosamente preparava. Ao fim das refeições o guia nos contava “causos” do Jalapão.

20
parte do banquete no restaurante do acampamento.

 

4º dia:

Este dia nasceu lindo…

21
Rio Novo ao lado no camping

 

Tomamos nosso café no restaurante e seguimos para o primeiro fervedouro (Poço do Fervedouro). Simplesmente magnífico!

23 (1)
Poço do Fervedouro (capacidade para 6 pessoas).

O fervedouro é um concentrado de nascentes de água, cuja pressão não deixa você pisar em um solo firme. Seus pés ficam imersos na areia. É uma sensação estranha, mas deliciosa. As bananeiras ao redor completam a paisagem.

Em seguida fomos a outro fervedouro, de propriedade da Korubo. Este comportava todo o grupo, mas a sensação de flutuar era menos intensa.

25

Prosseguimos para a última atração do dia. A cachoeira da formiga, de cor simplesmente deslumbrante. Lá ficamos por 2 horas.

26
cachoeira da formiga

 

27
Cachoeira da formiga (sem photoshop)

 

No retorno pro Safari Camp, 2 surpresas: uma cascavel tranquila pelo caminho e um pneu furado. Mas no fim deu tudo certo! Aventura é assim!

28

29

5º dia, de partir…

Tomamos um delicioso café e partimos, estrada afora em direção ao aeroporto de Palmas. A grata surpresa, que não estava prevista no roteiro, foi o mini canyon do Sussuapara. O lugar é lindo.

30
mini canyon do Sussuapara

Em seguida paramos pra almoçar na pousada Águas do Jalapão, com direito a doce de caju de sobremesa (magnífico) e seguimos para o aeroporto. Fim da viagem!

Conclusão:

Além do aéreo, os gastos com a viagem ficam cerca de R$ 400,00/dia/pessoa, incluindo: 3 refeições diárias, lanches no percurso, roupas de cama na barraca (exceto de banho), 1 diária de hotel com café da manhã em Palmas, guia, translado de e para aeroporto, e um lugar deslumbrante….Vale muito à pena! É um pedaço do Brasil pouco conhecido e intacto!

A Korubo Safari Camp é a única empresa que tem acampamento (“de luxo”), o que permite menos tempo de idas e vindas de e para pousadas em Mateiros ou outros municípios da região. E o melhor, fica ao lado do Rio Novo, junto à natureza”.

Sobre Nathália

 

Nathália é natural de Piraúba-MG, tem 27 anos, é Engenheira Florestal e trabalha numa multinacional americana. Atualmente reside no interior de São Paulo.

Começou sua paixão por viagens em 2009, quando fez seu primeiro mochilão no Peru/Bolívia com seu já namoroivo Gustavo. Durante seu intercâmbio na Holanda, teve oportunidade de conhecer outros 10 países. Daí pra frente se viciou, literalmente, em viagens. Conheceu países da América Latina, Ásia e fez pit stops na África. Já carimbou seu passaporte em 21 países, além de diversas viagens pelo Brasil.

PLANEJE SUA VIAGEM

Se você gosta das dicas do blog e se de alguma forma elas ajudam você a planejar sua viagem, ajude-nos a manter o site fazendo faça suas reservas através dos links abaixo, sem nenhum custo adicional. Clicando nestes links, você contribui para manter o site sempre no ar e não tem que pagar nada a mais por isso!

Reserva de Hotéis

Booking.com: é o site onde reservo praticamente 100% dos hotéis nas minhas viagens. Ele é super prático e na grande maioria das vezes disponibiliza reservas com cancelamentos grátis. Nele é possível selecionar os hotéis por categorias, preços, localização e comodidades! Clique neste link para reservar seu hotel.

Aluguel de Carros

Rentalcars.com: uma das maiores empresas de aluguel de carro no mundo, onde é possível comparar preços em diversas locadoras do mundo, dentre elas, as gigantes Hertz, Avis, Europcar, etc. As reservas geralmente são canceláveis gratuitamente, já que planos de viagem sempre podem mudar! Sempre reservo meus carros com a Rentalcars no mundo todo e super indico. Clique neste link para reservar seu carro com a RentalCars.

Seguro Viagem

Seguros Promo: A Seguros Promo trabalha com as melhores empresas de seguro do mercado, onde é possível fazer um comparativo entre elas. Em alguns lugares, como Europa, o viajante só pode entrar munido de um seguro viagem. Reserve seu seguro conosco clicando neste link.

Passagens Aéreas

Passagens Promo: Busque as melhores tarifas de passagens aéreas através do nosso parceiro PASSAGENS PROMO, clicando neste link.

Ingressos e Passeios

 A Get Your Guide é uma das maiores empresas de turismo em atividade no mundo. Com ela você reserva transfers, passeios, ingressos para shows, eventos e várias outras atrações no Brasil e no mundo. Para reservar seus ingressos com a Get Yor Guide clique aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Instagram did not return a 200.

Me Acompanhe no Instagram