Saímos de Mykonos num vôo da Aegean Airlines rumo a Istanbul, com conexão em Atenas. No aeroporto de Atenas, tivemos um certo tempinho e fui na alfândega para receber um imposto de uma compra que havia feito em Atenas e dei com a cara na porta. A alfândega estava em greve por 48 horas! Bem, o imposto era de 66 euros e não dava pra deixar pra lá e a minha sorte que, ao final de toda minha viagem de 30 e poucos dias, eu ainda passaria pela Espanha, onde poderia receber meu VAT. Não podemos reclamar, pois foi a única hora que a crise na Grécia nos afetou.

Depois fomos até um McDonald’s “almoçar” e, como sempre, pedimos um Big Mac , mas pra nossa tristeza, a atendente nos disse que tinha acabado a carne (hã?! acabou a carne do McDonald’s do aeroporto internacional da capital grega? Como assim?) Bem, saímos da fila, fomos em outra lanchonete e então decidimos voltar ao McD e comer qualquer outro sanduíche. Aí a moça me reconheceu e falou: agora já tem carne!! Êba….vou poder comer Big Mac! Não entendi bulufas, mas tudo bem!
Nosso vôo saiu pra Istanbul às 14:00h, chegando às 15:30. Do avião já se vê a quantidade de minaretes que aquela cidade tem. Pra quem não sabe, minaretes são aquelas torres compridinhas das mesquitas, onde ficam os alto-falantes que chamam as pessoas pra rezar várias vezes ao dia.
O aeroporto de Istanbul é bem moderno e fácil de se locomover. O free shop é bem grandinho, mas os preços não são tão atrativos. O bom é que você pode experimentar várias delícias turcas grátis rsrs (brasileiro adora tirar vantagem de alguma coisa) . O Alê comprou cigarro Marlboro (10 maços por 26 euros…my God!).

Saímos do terminal internacional, trocamos um pouco de dinheiro na casa de câmbio e fomos até o terminal doméstico, que é ao lado, de onde pegamos um vôo às 18:00h da Turkish Airlines para Denizli, cidade com aeroporto mais próximo de Pamukkale. Nosso vôo acabou atrasando um pouco e chegamos em Denizli 19:30.

Comidinha turca no avião da Turkish. Esta salada foi uma das melhores ue já comi na vida!

Do aeroporto saem ônibus modernos para a estação rodoviária da cidade, de onde se pega os dolmus (pequenas vans) que fazem o trajeto até Pamukkale. A viagem dura cerca de 40 a 60 minutos até a rodoviária. A passagem até a rodoviária custou TL 15,00 por pessoa.

Bem, quando estávamos quase chegando na rodoviária, o ônibus parou na estrada e o motorista disse pra gente descer pra ir pra Pamukkale. De cima do ônibus, vi uma van parada e logo pensei que era uma van da própria empresa e que ali era o ponto certo, mas o ônibus se foi e a tal van, na verdade, era privada. O motorista disse que era 10 TL por pessoa pra ir pra Pamukkale.  Já fiquei brava e falei pra ele que tinha visto que custava 3 TL. Ele me disse que isso foi há 2 anos atrás e que agora, a nova rodoviária de Denizli ficava longe do centro e que não custava mais 3TL. Bem, claro que não acreditei, mas não tínhamos escolha: o que iríamos fazer sozinhos, no meio de uma estrada no interior da Turquia, `aquela hora da noite? Ou entrava na van ou entrava. Não tinha jeito! A questão não era pelo preço, afinal era cerca de R$ 10,00 por pessoa, mas o que eu odeio é ser feita de idiota por este povo que quer tirar vantagem de turista de todo jeito. A vantagem é que em menos de 10 minutos (cerca de 20 km) estávamos em Pammukale, na porta do hotel.
Nós ficamos no Hotel Pamukkale, que reservei pelo Booking.com. O hotel é super simples, mas muito limpo e super bem localizado.
Depois de deixarmos as coisas, saímos para dar umas voltinhas no centro e já olhar passagem para irmos pra Capadócia no dia seguinte. Há várias empresas de ônibus pra Goreme e Urgup, que saem somente à noite. Compramos no escritório da Pamukkale Tours, mas viajamos de Suha.
Ao sair do hotel, o que nos chamou a atenção foi a imensa montanha branca calcária no meio do nada, iluminada à noite e também a quantidade de água que escorre do morro e abastece toda a cidade. À medida que se anda  pela cidade, ouve-se o som das quedas d’água termais que descem do monte. A piscina do nosso hotel estava enchendo com esta água. Água é o que não falta!

Após reconhecer o território, fomos jantar num restaurantinho-bar muito simpático, chamado Kayas Restaurant Bar, que inclusive é recomendado pelo guia Lonely Planet. Comemos um prato tipo  picadinho de carne com cebolas, pimentões e tomates numa espécie de disco de arado, com arroz e pães, que estava uma delícia! Esta culinária turca é mesmo sensacional! Vou me dar bem (ou mal, se engordar demais) rsrs.

Moídos depois deste dia loooongo, fomos descansar para curtir o dia seguinte em Pamukkale!!!
E a conta vem neste bauzinho super fofo!

PLANEJE SUA VIAGEM

Se você gosta das dicas do blog e se de alguma forma elas ajudam você a planejar sua viagem, ajude-nos a manter o site fazendo faça suas reservas através dos links abaixo, sem nenhum custo adicional. Clicando nestes links, você contribui para manter o site sempre no ar e não tem que pagar nada a mais por isso!

Reserva de Hotéis

Booking.com: é o site onde reservo praticamente 100% dos hotéis nas minhas viagens. Ele é super prático e na grande maioria das vezes disponibiliza reservas com cancelamentos grátis. Nele é possível selecionar os hotéis por categorias, preços, localização e comodidades! Clique neste link para reservar seu hotel.

Aluguel de Carros

Rentalcars.com: uma das maiores empresas de aluguel de carro no mundo, onde é possível comparar preços em diversas locadoras do mundo, dentre elas, as gigantes Hertz, Avis, Europcar, etc. As reservas geralmente são canceláveis gratuitamente, já que planos de viagem sempre podem mudar! Sempre reservo meus carros com a Rentalcars no mundo todo e super indico. Clique neste link para reservar seu carro com a RentalCars.

2 thoughts on “De Mykonos a Pamukkale”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • A piscina fabulosa do @theedgebali por outro ângulo! Tem post no blog sobre minha visita nesta mega piscina, já viram? ➡️ www.viciosdeviagem.com #Bali #TheEdge #viciosdeviagemindonesia 📸 @golden_heart
  • Só em Koh Lipe, Tailândia 🇹🇭, a gente encontra uma praia destas só pra nós ❤️❤️❤️. Roteiro completo no blog ➡️ www.viciosdeviagem.com #Thailand #Tailandia #KohLipe #viciosdeviagemtailandia
  • O por do sol em Uluwatu, #Bali, é lindo tanto do alto quanto da praia , que por sinal no fim do dia, fica uma piscina 🏊‍♀️ ! Nós experimentamos assistir das duas formas e ambas são imperdíveis! 🌅 #Indonesia #viciosdeviagemindonesia
  • Padang Padang foi cenário do filme Comer, Rezar e Amar, estrelado por Julia Roberts... ao contrário de Uluwatu, esta praia não some na maré alta e é uma das praias mais parecidas com as nossas praias brasileiras! Saudade enorme de #Bali ❤️❤️❤️ #Indonesia #PadangPadang #ViciosdeViagemIndonesia
  • Quem foi que disse que #Bali tem praias feias? A ilha tem praias lindas, como Uluwatu, Balangan, Bingin e Padang Padang (foto)... Sonho o dia em voltar nesta ilha dos sonhos ❤️! No blog o roteiro desta viagem! #Indonesia #ViciosdeViagemIndonesia
  • Durante meus dias em #Bali, fui visitar a piscina do @theedgebali , de fundo de vidro a 182 m de altura dos penhascos de Uluwatu (na foto dá pra ver as rochas láaaa embaixo) No blog tem um post detalhado de como foi conhecer esta piscina que está dando o que falar... #theedgebali #oneeighty #infinitypool
  • O roteiro de 30 dias da minha última viagem pelo Sudeste Asiático está no blog, já viram? 📸: Maya Bay, Tailândia, Nov/17 ! #asia #thailand #tailandia #mayabay #phiphi
  • Retrospectiva 2017: em abril visitamos a África do Sul, um país pra lá de incrível, com ótima gastronomia, vinhos, belas paisagens, safaris e ótimos custos! Esta é a vista do topo da Table Mountain. No blog tem uma série de posts desta trip! #africadosul #capetown #viciosdeviagemafricadosul

Me Acompanhe no Instagram