Nenhuma montanha tem importância e sentimento maior para a cristandade que a Olivet, ou o Monte das Oliveiras, onde Jesus passou mais tempo durante Sua missão em Jerusalém. Em suas encostas, no Jardim de Gatsêmani, Ele foi preso e de seu cume, ascendeu aos céus.

Acordamos cedo (mais uma vez), tomamos nosso café e seguimos rumo ao Monte das Oliveiras. Fomos a pé mesmo, fazendo uma espécie de peregrinação pelo monte. E que peregrinação, hein?! O morro é uma subida e tanta! 
Uma opção muito interessante para fazer este tour é com a empresa New Jerusalem. O governo de Israel disponibiliza alguns tours diários, que saem do portão de Jaffa. Os tours são grátis. No caso do tour do Monte das Oliveiras e do tour religioso, você paga pelo transfer apenas. O do Monte das Oliveiras acontece todas as segundas, quartas, sextas e sábados, a partir das 14:30. Nós só não fomos por questão de dias e horários disponíveis, mas vale a pena! 
Nosso primeiro ponto de parada foi a Igreja da Tumba da Virgem Maria.

Uma escada majestosa desce para a cripta onde Maria foi enterrada e subiu aos céus. A igreja é uma espécie de caverna decorada por velas, que foi construída na época das cruzadas e que hoje está sob o comando das igrejas ortodoxas armênia e grega.

Em seguida, fomos à Basílica da Agonia, também conhecida como a Igreja de Todas as Nações, pois era patrocinada em conjunto por diversos países.
O mosaico de sua fachada  ilustra Jesus oferecendo os Seus sofrimentos e os do mundo.
Foi nela que Jesus e seus discípulos passaram as últimas horas antes de Sua prisão nos jardins do Gatsêmani.
foto Laércio Oliveira

Dentro da Igreja está a Pedra da Agonia sobre a qual Jesus rezou e suou sangue na noite anterior à Sua prisão. A pedra é cercada por uma coroa de espinhos de ferro forjado.

Nos arredores da Igreja, está o jardim de Gatsêmani.
Neste Jardim, há 8 oliveiras antigas, que datam de mais de 2.000 anos. Quanto mais retorcidos seus troncos, mais velha é a oliveira. Essas árvores e seus frutos deram o nome a esse lugar, Gatsêmani: gat-shamna significa “prensa de azeitonas”em aramaico. Hoje, o azeite produzido por estas poucas oliveiras são usados pelo Papa, no Vaticano. 
O Jardim mé bem cuidado pelos frades franciscanos. Ao redor dele há uma proteção, onde é impossível tocar em qualquer galho delas. Catei várias folhinhas do chão pra trazer pra minha vó e lhe dei de presente em sua festa de 80 anos. Foi muita emoção! 
Foi aqui, no Gatsêmani, que Jesus veio orar com seus discípulos, sendo traído e preso.

  

Seguindo nossa caminhada, a próxima parada foi a Igreja Ortodoxa de Maria Madalena, construída em 1888, com seus domos dourados que reluzem de longe. É aqui que está enterrado o corpo de Maria Madalena.

Da Igreja, uma bela vista de Jerusalém e seu Domo da Rocha.

Dali, começamos a subir ainda mais alto, para visitarmos as próximas Igrejas, mas no meio do caminho cansei e comecei a pedir carona pros carros que subiam. Rapidamente um rapaz parou e nos levou nos arredores da Basílica da Ascenção.
O Domo da Ascenção é o local onde Jesus ascendeu aos céus quarenta dias após Sua ressurreição. O local funciona como um mosteiro e é o único onde se tem que pagar para visitar.
O interior do Domo é muito simples e o ponto máximo do local é uma estrutura de pedra retangular no piso, com a pegada de Jesus.

Bem próximo dali, está a Igreja Pater Noster, também construída no século IV pela Imperatriz Helena, mãe de Constantino.

Foi nesta igreja, mais especificamente numa de suas capelas, que Jesus ensinou o Pai Nosso.
Tijolos vitrificados com o texto da oração em mais de 60 idiomas, incluindo o braille, adornam o interior da Igreja.
Aqui ganhei um galhinho de oliveira cheio de azeitoninhas de um menininho que ficava na porta de entrada. Ele disse que me deu porque eu era brasileira. E ele gritava Viva Brasil!!

 


Na descida do Monte, paramos em um dos mirantes, com uma linda vista de toda Jerusalém.

Durante a descida, passamos pelo cemitério judeu, que já foi um dos mais importantes de Jerusalém. 
Na tradição judaica, cada visitante do cemitério deixa um pedrinha em sinal de sua presença ali, ao invés de flores, que murcham e morrem.
Acredita-se que o juízo final acontecerá nesta área e que os judeus enterrados aqui terão prioridade no dia do juízo, sendo os primeiros a ascenderem ao paraíso.

O passeio pelo Monte é obrigatório se você visita Jerusalém. Toda a história bíblica passou pela minha cabeça a cada lugar visitado. Sem dúvida, mais uma bela experiência de viagem e de vida!

PLANEJE SUA VIAGEM

Se você gosta das dicas do blog e se de alguma forma elas ajudam você a planejar sua viagem, ajude-nos a manter o site fazendo faça suas reservas através dos links abaixo, sem nenhum custo adicional. Clicando nestes links, você contribui para manter o site sempre no ar e não tem que pagar nada a mais por isso!

Reserva de Hotéis

Booking.com: é o site onde reservo praticamente 100% dos hotéis nas minhas viagens. Ele é super prático e na grande maioria das vezes disponibiliza reservas com cancelamentos grátis. Nele é possível selecionar os hotéis por categorias, preços, localização e comodidades! Clique neste link para reservar seu hotel.

Aluguel de Carros

Rentalcars.com: uma das maiores empresas de aluguel de carro no mundo, onde é possível comparar preços em diversas locadoras do mundo, dentre elas, as gigantes Hertz, Avis, Europcar, etc. As reservas geralmente são canceláveis gratuitamente, já que planos de viagem sempre podem mudar! Sempre reservo meus carros com a Rentalcars no mundo todo e super indico. Clique neste link para reservar seu carro com a RentalCars.

2 thoughts on “Jerusalém: O Monte das Oliveiras”

  1. Olá, muito interessante o relato de sua viagem, dá pra imaginar a sensação.
    Estou me planejando para ir à Terra Santa, gostaria de saber qual guia de viagem você usou.
    Parabéns pelo Blog!

    1. Olá, Leonardo, obrigada pelom leogio :) Eu usei o guia da Lonely Planet sobre o Oriente Médio, em inglês, porque visitei outros países nesta viagem, mas tem um guia ilustrado da Folha, em português, bem bacana e acho mais interessante pra quem está indo só pra Israel :)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • A piscina fabulosa do @theedgebali por outro ângulo! Tem post no blog sobre minha visita nesta mega piscina, já viram? ➡️ www.viciosdeviagem.com #Bali #TheEdge #viciosdeviagemindonesia 📸 @golden_heart
  • Só em Koh Lipe, Tailândia 🇹🇭, a gente encontra uma praia destas só pra nós ❤️❤️❤️. Roteiro completo no blog ➡️ www.viciosdeviagem.com #Thailand #Tailandia #KohLipe #viciosdeviagemtailandia
  • O por do sol em Uluwatu, #Bali, é lindo tanto do alto quanto da praia , que por sinal no fim do dia, fica uma piscina 🏊‍♀️ ! Nós experimentamos assistir das duas formas e ambas são imperdíveis! 🌅 #Indonesia #viciosdeviagemindonesia
  • Padang Padang foi cenário do filme Comer, Rezar e Amar, estrelado por Julia Roberts... ao contrário de Uluwatu, esta praia não some na maré alta e é uma das praias mais parecidas com as nossas praias brasileiras! Saudade enorme de #Bali ❤️❤️❤️ #Indonesia #PadangPadang #ViciosdeViagemIndonesia
  • Quem foi que disse que #Bali tem praias feias? A ilha tem praias lindas, como Uluwatu, Balangan, Bingin e Padang Padang (foto)... Sonho o dia em voltar nesta ilha dos sonhos ❤️! No blog o roteiro desta viagem! #Indonesia #ViciosdeViagemIndonesia
  • Durante meus dias em #Bali, fui visitar a piscina do @theedgebali , de fundo de vidro a 182 m de altura dos penhascos de Uluwatu (na foto dá pra ver as rochas láaaa embaixo) No blog tem um post detalhado de como foi conhecer esta piscina que está dando o que falar... #theedgebali #oneeighty #infinitypool
  • O roteiro de 30 dias da minha última viagem pelo Sudeste Asiático está no blog, já viram? 📸: Maya Bay, Tailândia, Nov/17 ! #asia #thailand #tailandia #mayabay #phiphi
  • Retrospectiva 2017: em abril visitamos a África do Sul, um país pra lá de incrível, com ótima gastronomia, vinhos, belas paisagens, safaris e ótimos custos! Esta é a vista do topo da Table Mountain. No blog tem uma série de posts desta trip! #africadosul #capetown #viciosdeviagemafricadosul

Me Acompanhe no Instagram