Depois de gastarmos toda a parte da manhã fazendo peregrinação pelo Monte das Oliveiras, na parte da tarde fomos conhecer Belém.
É muito fácil ir a Belém por conta própria e assim o fizemos. Pegamos o ônibus 21 que sai dos arredores do portão de Damascus. Era feriado de Sukot na cidade, mas os ônibus que fazem este trajeto são árabes, logo funcionam normalmente nos feriados judaicos.
Belém está há cerca de 10 km de Jerusalém. A viagem demora cerca de 30 minutos e é super tranquila de ser feita. Nas aproximações da cidade é possível ver parte dos 700 km de muros que protegem a cidade. Há inspeções policiais em vários pontos do perímetro e nos principais acessos à cidade.
A dica é descer no ponto final do ônibus e você já estará na entrada da cidade, sem passar por check-points.
Todo turista que quer visitar Belém deve levar seu passaporte, pois este será solicitado.
Muros protegendo a cidade de Belém, separando Israel e Cisjordânia.

 

Belém ou Bethlehem, que em hebraico significa “casa de pão”, é uma cidade palestina, de cerca de 30.000 habitantes, localizada na parte central da Cisjordânia e originalmente se chamava Efrate. De sua população total, a maioria é muçulmana, mas há também muitos cristãos morando em Belém. Judeus são proibidos de entrar, devido aos conflitos entre Israel e Palestina. É reverenciada como o local onde o Rei Davi viveu e onde Jesus Cristo nasceu.

 

Segundo a Bíblia, José e Maria vieram de Nazaré para Belém para o censo ordenado pelas autoridades Romanas porque José era da linhagem de Davi, e Belém era a “cidade de Davi”. O evangelho de Lucas (2:7) descreve como Maria “deu à luz seu filho primogênito…e deitou-O numa mangedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem”.
Desde os primórdios da cristandade, a gruta em que Jesus nasceu era sagrada. Várias igrejas foram construídas sobre a gruta e destruídas por invasores. A primeira igreja foi construída sobre a gruta no século IV, por iniciativa do Imperador bizantino Constantino e sua mãe, a Imperatriz Helena. A igreja atual foi construída por Justiniano em 530 d.C.. Vista de fora, ela mais parece um forte. A entrada original foi estreitada e rebaixada para proteger a igreja dos invasores muçulmanos e para evitar que eles entrassem a cavalo.

 

 

O interior da igreja é bem simples, com uma iluminação escassa, provida por candelabros.
Ao longo do tempo, seu interior foi restaurado, mas fragmentos do piso de mosaicos original da igreja de Helena podem ser vistos por meio de alçapões no piso.

O ponto máximo da visita à Igreja é a Gruta da Natividade, com uma fila enorme para entrar. O local exato do nascimento de Jesus é marcado por uma estrela de prata de quatorze pontas, no chão da gruta, onde os fiéis se ajoelham para tocá-la e orar. 

 

 

Finalmente, vai chegando o momento deu tocar a estrela….Sem dúvida, mais um momento mágico e de muita emoção durante nossa viagem à Terra Santa.

 

 

Ao lado da gruta, o local onde esteve a manjedoura do Menino Jesus. Não vou citar nomes, para eu não apanhar, mas me perguntaram se a manjedoura era muito velhinha…rsrs

 

Após nossa visita à Igreja, fomos dar um passeio pelo centro da cidade e comprar algumas lembrancinhas, já que os preços estavam melhores que em Jerusalém.
 
Fomos andando pela principal rua de comércio da cidade, em busca do ponto de ônibus para voltarmos à Jerusalém.  No caminho, paramos numa lojinha e pedimos informação para um senhor. Ele, gentilmente, pediu que um garotinho nos acompanhassem até o ponto e lá fomos nós com nosso mini-guia pelo caminho.
Andamos uns 2 km até que voltamos ao ponto onde chegamos e ficamos esperando pelo mesmo ônibus 21, que rapidamente passou, nos levando de volta ao Portão de Damascus, em Jerusalém.
Ao contrário do que ocorre na ida, na volta, quando o ônibus sai da Cisjordânia e entra em território Israelense, todos do ônibus tiveram que descer para apresentarem uma espécie de carteirinha de permissão para entrarem em Israel. Eu e a Alê fomos os únicos que não precisaram descer, mas mesmo assim, vieram 2 guardas armados e pediram nossos passaportes. “Brazil!”, exclamou um deles quando viu nossos passaportes, bastante sorridentes. E eu, muito cara de pau, pedi pra tirar foto deles, mesmo sabendo que resposta seria não e assim foi, mas com simpatia e sorriso no rosto.
Check-point para entrar em Israel
Guardinhas de cara mau, mas simpáticos com turistas brasileiros
Todo mundo descendo do ônibus para apresentar suas permissões de entrada em Israel

 

De volta a Jerusalém, ainda relativamente cedo, fomos bater perna novamente pela Cidade Velha, onde tirei a foto com o “feio” do soldado abaixo.

 

 

À noite, de volta ao hotel, estava rolando a maior festa dos judeus, que comemoravam o feriado de Sukot. A festa é bem animada, com muita música na rua e muita dança, mas eles têm o dom de ficar tão alegres sem beberem nadinha. Também achei a festa um tanto machista, já que só os homens dançam e as mulheres ficam olhando, com as criancinhas de colo nos braços.
O Alessandro colocou seu quipá na cabeça “adquirido” no Muro das Lamentações e entrou no meio da dança dos judeus. Foi hilário vê-lo dançar e se sentir um legítimo judeu.
 

 
E nesse clima de festa, terminamos mais um maravilhoso dia em Jerusalém, esta terra abençoada e memorável.

PLANEJE SUA VIAGEM

Se você gosta das dicas do blog e se de alguma forma elas ajudam você a planejar sua viagem, ajude-nos a manter o site fazendo faça suas reservas através dos links abaixo, sem nenhum custo adicional. Clicando nestes links, você contribui para manter o site sempre no ar e não tem que pagar nada a mais por isso!

Reserva de Hotéis

Booking.com: é o site onde reservo praticamente 100% dos hotéis nas minhas viagens. Ele é super prático e na grande maioria das vezes disponibiliza reservas com cancelamentos grátis. Nele é possível selecionar os hotéis por categorias, preços, localização e comodidades! Clique neste link para reservar seu hotel.

Aluguel de Carros

Rentalcars.com: uma das maiores empresas de aluguel de carro no mundo, onde é possível comparar preços em diversas locadoras do mundo, dentre elas, as gigantes Hertz, Avis, Europcar, etc. As reservas geralmente são canceláveis gratuitamente, já que planos de viagem sempre podem mudar! Sempre reservo meus carros com a Rentalcars no mundo todo e super indico. Clique neste link para reservar seu carro com a RentalCars.

28 thoughts on “Cisjordânia: Belém, onde Jesus nasceu!”

  1. Oi Carol, curtimos muito seu blog e as ótimas informações. Nunca fomos fãs de guias de papel então usamos suas dicas e pudemos aproveitar o melhor da cidade! Muito obrigado!!!

  2. oi carol, muito linda a viagem de vcs, conheço alguns paises mais tenho vontade de conhecer jerusalem, moro em manaus no amazonas, como fica mais proximo por sp, ou rio de janeiro, quantas horas de voo, obrigado, ass:jander cabral, email jandercabral@bol.com.br

    1. Olá, Jander , Obrigada pela visita e pelo comentário! Bem, de SPha voos diretos pra TelAviv pela El Al . De Manaus eu acredito que ainda nao tenha e vc devera fazer conexao em algum lugar. Quando voltei de Israel, fiz conexão em Madri e ao todo deu umas 15 horas, se nao me engano, mas o melhor e vc fazer uma simulação no site da El Al ou de qq outro que venda passagens, tipo decolar.com e submarinoviagens.com ! Abraços e Feliz Páscoa!

  3. Olá eu não a conheço mas achei suas fotos linda meu sonho é viajar
    para Israel ,na minhas condições é impossível ,mas eu sirvo a um Deus maravilhoso o Deus de ABRÃO que pode todas as coisas

    Fico feliz de ver pessoas de nosso PAIS viajando ,trazendo emoção
    aos que não podem ir
    um dia eu irei e colocarei as fotos
    deixo uma palavra para sua meditação
    1 Samuel cap. 02 ver. 08
    tenha um dia abençoado por Jesus amém?

  4. Oi Carol,

    Tudo bem? estou com viagem programada entre Abril e Maio.. adorei conhecer esta pagina.. vai ser meu guia.

    Vou de Tel Aviv para Cairo , gostaria de passar por Belém e Jerusalem, acho que o oposto que você fez.. tentar fazer da maneira mais barata possível.. acha possível? alguma dica? grande abraço. Luis

    1. Olá, Luis, td bem? neste caso, o melhor jeito é avião. Quando eu fui, do Cairo segui pra Sharm El Sheikh de avião e de lá, peguei ônibus até a fronteira com Israel, fui pra Jordânia e voltei pra Israel (Eilat). Só ai segui de ônibus pra Jerusalém. Mas como você não vai passar por estes lugares, o mais interessante é avião e não acredito que seja tão caro. Abraços

  5. Oi Carol,

    Amei sua viagem para Israel!!! Ontem eu e meu esposo estávamos pesquisando sobre o tumulo de Abraão, Sara, Isaac, Rebeca enfim..
    Um ótimo roteiro, mas fiquei perplexa com a festa do Sucot, Rs..
    Linda suas fotenhas!!!

    Beijos

  6. MUITO,BOM O SEU TRABALHO, GOSTEI E SE DEUS PERMITE EU IREI CONHECER ESTÁ LINDA CIDADE.

  7. Gostaria de receber orientação de como poderei visitar Belém, saindo de Tel Aviv num tour de apenas um dia e o mais barato possivel.
    Muito grata
    Joana

  8. Eu preciso ir à Jenin, visitar meu marido palestino, será q no aeroporto de Israel ele podem me impedir de entrar? Devo falar q sou só turista?

  9. Olá Carol, parabéns pelo Vícios de Viagem!!! Vai ser nosso guia à tão esperada viagem pela Terra Santa. Qdo vcs pegaram o ônibus 21 no Damascus Gate, pagaram pro motorista na moeda israelense ou a Cisjordânia tem outra moeda? O ponto final do ônibus 21 fica a 2 km da Igreja da Natividade? Alguma dica a mais para quem vai fazer o mesmo trajeto? Obrigado.

  10. Estive há menos de um mês em Israel, visitei a maioria dos lugares sagrados e histórios daquele incrível país, fui a Jericho, mas incrivelmente o onibus da agencia entrou fácil no território, haviam muitos soldados, fortemente armados, pois o presidente Putin estava visitando a cidade e juntamente com ele estava o presidente da autoridade palestina, muito exército, mas nenhum incomodo, foi no dia 12/11/2016.

  11. Olá Carol, tudo bem?
    Parabéns pelo site!

    Uma dúvida, você sabe se em Israel é obrigatório entrar com seguro saúde? Assim como alguns países da Europa?
    Obrigada,
    Ramoni

    1. Oi Ramoni, quando eu fui não era obrigatório, não sei como está atualmente, mas eu super recomendo seguro saúde em qualquer lugar que se vá! Não deixe de fazer não, pois qualquer coisa que aconteça pode custar fortunas no exterior. Abraços

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • A piscina fabulosa do @theedgebali por outro ângulo! Tem post no blog sobre minha visita nesta mega piscina, já viram? ➡️ www.viciosdeviagem.com #Bali #TheEdge #viciosdeviagemindonesia 📸 @golden_heart
  • Só em Koh Lipe, Tailândia 🇹🇭, a gente encontra uma praia destas só pra nós ❤️❤️❤️. Roteiro completo no blog ➡️ www.viciosdeviagem.com #Thailand #Tailandia #KohLipe #viciosdeviagemtailandia
  • O por do sol em Uluwatu, #Bali, é lindo tanto do alto quanto da praia , que por sinal no fim do dia, fica uma piscina 🏊‍♀️ ! Nós experimentamos assistir das duas formas e ambas são imperdíveis! 🌅 #Indonesia #viciosdeviagemindonesia
  • Padang Padang foi cenário do filme Comer, Rezar e Amar, estrelado por Julia Roberts... ao contrário de Uluwatu, esta praia não some na maré alta e é uma das praias mais parecidas com as nossas praias brasileiras! Saudade enorme de #Bali ❤️❤️❤️ #Indonesia #PadangPadang #ViciosdeViagemIndonesia
  • Quem foi que disse que #Bali tem praias feias? A ilha tem praias lindas, como Uluwatu, Balangan, Bingin e Padang Padang (foto)... Sonho o dia em voltar nesta ilha dos sonhos ❤️! No blog o roteiro desta viagem! #Indonesia #ViciosdeViagemIndonesia
  • Durante meus dias em #Bali, fui visitar a piscina do @theedgebali , de fundo de vidro a 182 m de altura dos penhascos de Uluwatu (na foto dá pra ver as rochas láaaa embaixo) No blog tem um post detalhado de como foi conhecer esta piscina que está dando o que falar... #theedgebali #oneeighty #infinitypool
  • O roteiro de 30 dias da minha última viagem pelo Sudeste Asiático está no blog, já viram? 📸: Maya Bay, Tailândia, Nov/17 ! #asia #thailand #tailandia #mayabay #phiphi
  • Retrospectiva 2017: em abril visitamos a África do Sul, um país pra lá de incrível, com ótima gastronomia, vinhos, belas paisagens, safaris e ótimos custos! Esta é a vista do topo da Table Mountain. No blog tem uma série de posts desta trip! #africadosul #capetown #viciosdeviagemafricadosul

Me Acompanhe no Instagram