Sou simplesmente apaixonada por destinos exóticos…Adoro descobrir uma cultura e costumes novos, me embrenhar por ruelas e mercados das grandes cidades, negociar com os locais, comer uma comida  diferente, enfim, sair da minha zona de conforto e viver um pouco o que um país tem de melhor, mesmo que para isso tenhamos que passar alguns perrengues, afinal, viagem sem perrengue não tem graça, pois com eles voltamos cheias de histórias pra contar! E Marrakech é uma cidade que me fez viver um pouco de tudo isso!

o que fazer em Marrakech
Vista da incrível Jeema El-Fna, o cartão-postal de Marrakech, a partir do Cafe du Glacier

A cultura riquíssima, a gastronomia maravilhosa, o povo atencioso…muitas cores, aromas, muvucas, artesanatos lindos, tudo isso me fizeram ficar enlouquecida pela cidade e com aquele sentimento de culpa de não ter tido mais tempo pra conhecer outras partes deste incrível país que é o Marrocos…Isso me dá a certeza que um dia voltarei!

marrakech_marrocos0045
Chá de menta, a bebida típica do Marrocos!

Em Maio/2016, passamos 4 noites incríveis na “Cidade Vermelha”, como é chamada. Uma cidade fervilhante de pouco mais de 1 milhão de habitantes! Foi tempo suficiente pra fazer degustar os cantinhos de Marrakech, voltar várias vezes aos souks, negociar, se irritar com os vendedores, mas acabar cedendo, comprar de novo, ser perseguida na rua por homens (sim, nós fomos) e ficar com medo de sermos estupradas (quem nunca?), falar muitos “nãos” a crianças e falsos guias que insistem em tirar proveito de sua cara de turista perdido… Uma cidade sem grandes pontos turísticos para ficar ticando da lista, afinal a cidade já é uma atração por si só e talvez seja exatamente por isso que ela é tão deliciosa, tão perfeita, tão gostosa de ser desbravada…Uma cidade com tantos contrastes sociais, mas colorida e que encanta o mundo inteiro pelo seu peculiar jeito de ser!

marrakech_marrocos0037
Encantadores de serpentes, ícone de Marrakech

O que fazer em Marrakech                                         

Medina  e Praça Jeema El-Fna

Qualquer visita a Marrakech deve começar pela sua principal praça e cartão-postal da cidade: a Praça Jeema El-Fna, no coração da Medina.

marrakech_marrocos0043
Jeema El Fna, uma das praças mais famosas do mundo e coração de Marrakech

Esta praça é uma loucura e o movimento começa cedo, já por volta das 10h, com vendedores, artistas de rua, encantadores de serpentes, barracas de comidas, de especiarias e dos tradicionais sucos de laranja, de artesanatos, enfim, até de caramujo! Um verdadeiro teatro a céu aberto! Não arrisquei a tomar o suco de laranja das barracas da Jeema El-Fna por ter ouvido relatos de pessoas que passaram mal por causa da água que é usada pra lavar os copos. Não sou nojenta e como de tudo, mas preferi não arriscar e colocar meu estômago à prova de bala!  Ainda tinha muitos dias de viagens pela frente…

marrakech_marrocos0044
Explosão de cores na Praça Jeema El Fna e o minarete Koutobia ao fundo!

Todo mundo andando de um lado pro outro, sem a menor organização e senso de direção, inclusive dos carros que chegam e saem das extremidades da praça! Marrakech é um caos delicioso!

Mas o mais interessante desta praça é ver, do alto, como ela se transforma quando o sol se põe e milhares de outras barracas de comidas abrem com suas tendas laranjas iluminadas…

marrakech_marrocos0046
As serpentes marroquinas…para fotografá-las dê gorgetas aos encantadores!
marrakech_marrocos0048
Encantador de serpente, uma cena típica da praça Jeema El Fna

Neste momento, procure um café no alto…Nós adoramos a vista e a comida do Café du Glacier. Escolhemos uma mesinha colada na grade, almoçamos e ficamos esperando a Praça se transformar… Foi incrível!

marrakech_marrocos0084
Anoitecer em Marrakech e a praça Jeema El Fna se transforma…

marrakech_marrocos0085A Medina se estende por uma área de 19 km e quase todos os monumentos ficam dentro desta parte murada da cidade! Os principais souks da Medina ficam no norte da praça, assim como algumas de suas principais atrações, como o Museu de Marrakech e a Madrassa Ali Youssef!

Ali perto da praça avistamos a Mesquita Koutobia e seu imponente minarete visto de boa parte da cidade. Infelizmente a mesquita e o minarete são fechados para não muçulmanos.

o que fazer em Marrakech
Minarete Koutobia. Infelizmente o acesso é fechado a não muçulmanos

Nas imediações há também palácios, fontes, jardins e outras coisas para serem visitadas e que podem exigir de você bem mais tempo!

Os Souks

Depois da praça Jeema El-Fna, perder-se pelas ruelas dos souks é o grande barato de Marrakech. São milhaaaaaares de tendas vendo de TU-DO, cada coisa mais linda que a outra! É de enlouquecer qualquer mulher, ainda mais 3 (viajei com minha mãe e irmã).

marrakech_marrocos0150 marrakech_marrocos0151As cerâmicas são incríveis e provêm de diferentes partes do país, inclusive dá pra diferenciá-las pela característica peculiar de cada uma delas. A pintura das cerâmicas de Fez são bem diferentes da pintura de Meknès, por exemplo,  que por sua vez é diferente da de Safi e assim por diante…Basta um pouco de perambulação pelos souks que a gente já começa a distinguir.

marrakech_marrocos0034

Muita atenção na hora de negociar. Nunca compre o que você gostou de cara sem uma prévia na barraca do lado! Quase toda mercadoria é vendida igualzinha em outra barraca! Sempre jogue 1/3 do preço que te pedirem, pra tentar levar pelo menos pela metade…É assim que funciona, sem dó! Na hora de negociar, os vendedores falam até português e sempre têm “chavões “ quando descobrem que você é do Brasil, pra alegrar os clientes, do tipo: “Futebol”, “Ronaldo”, “Pelé” kkk Às vezes sai até um “Buenos Aires e “Maradona” hahaha. Hilário!

marrakech_marrocos0008
As cores dos souks marroquinos
marrakech_marrocos0064
As porcelanas marroquinas são maravilhosas e super baratas! reserve espaço e peso na mala para garimpar umas peças!

marrakech_marrocos0022 Nós compramos muita coisa de decoração, como: cerâmicas, toalhas de mesa e colchas, porta guardanapos, além de algumas bolsas lindas e óleo de argan!

marrakech_marrocos0032
Muitas bolsas pra alegria das mulheres!

marrakech_marrocos0006 marrakech_marrocos0004Algumas áreas do souk contém artigos mais específicos. Por exemplo, há o souk da tinturaria, que caracteriza-se por grande quantidade de cisais coloridos e pendurados em varais ao longo das ruelas…outros contém couros, outros móveis e objetos de madeira…Em alguns lugares vê-se mais joias e bijouterias e assim vai…impossível saber exatamente onde começa um e termina outro e às vezes nos perdíamos tentando achar uma determinada loja e descobríamos um mundo de outras coisas lindas…difícil foi voltar com uma mala só de 23 kg!

marrakech_marrocos0075 marrakech_marrocos0078

Óleo de Argan
Argan

Museu de Marrakech

Como eu disse, não me prendi nesta viagem a ficar ticando atrações da cidade, mas algumas não têm como deixar de fora e uma delas é o Museu de Marrakech, localizado dentro da Medina. Além do acervo do museu, que contém cerâmicas, bordados e outros, o que mais me chamou a atenção foi a beleza mesmo do edifício, com seus pisos e paredes de mosaicos e seus lindos vitrais!

marrakech_marrocos0010 marrakech_marrocos0011 marrakech_marrocos0012

A entrada do museu custa Dh 50 para adultos e o museu funciona das 9 às 18:30h

Madrassa Ali Ben Youssef

Outro lugar imperdível! Esta já foi o maior centro de aprendizagem do Alcorão do norte da África! A arquitetura do lugar encanta, com suas sacadas de muxarabiê – telas de treliça de madeira de cedro do Atlas).

marrakech_marrocos0019marrakech_marrocos0015

A entrada da Madrassa custa Dh 20,00 por adulto. Funciona das 9 às 18h.

Passeio fora da Medina

Jardin Majorelle

Outro ponto imperdível na cidade, fora do tumulto da Medina, é o Jardin Majorelle. Este belo jardim fundado por Jacques Majorelle começou a ser cultivado em 1924 e , posteriormente, foi adquirido por Yves Saint Laurent e seu parceiro, Pierre Bergé, oferecendo-o à cidade de Marrakech, onde Saint Laurent viveu seus últimos anos, em 1964 para que fosse aberto ao público, uma ideia original de seu idealizador.

marrakech_marrocos0055

O jardim fica ao redor de um belo casarão azul e contém mais de 300 espécies de plantas dos 5 continentes. A área dos cactos é linda e foi minha parte preferida do jardim!

marrakech_marrocos0058

O Jardin Majorellle fica no bairro de Ville Nouvelle e pra chegar arte lá fomos de charrete, aproveitando pra fazer um passeio também. O jardim fica a uns 30 minutos de caminhada da Praça Jeema El-Fna e também pode ser acessado de táxi.

A charrete custou Dh 80,00.

O ticket para o Jardin custa Dh 50,00 e lá dentro, quem quiser visitar o Museu, tem que desembolsar mais Dh 25,00. O jardim está aberto das 08 às 17:30h.

Bairro Guéliz

Este bairro mais moderno da cidade é repleto de lojas, cafés e restaurantes mais badalados, mas há também um lugar super autêntico e frequentado por locais, especializado em frutos do mar, que fomos conhecer e almoçar. Chama Samak al-Bahriya. Este será assunto de um próximo post sobre “Onde comer em Marrakech”

 

Onde se hospedar em Marrakech

 

Pra começar, ficar bem localizado é super importante pra vivenciar Marrakech. Nós dividmos nossa hospedagem em 2 hotéis, sendo as duas primeiras noites no espetacular Mandarin Oriental Marrakech, um hotel fora de série, que tornou nossa experiência no Marrocos ainda mais especial, e 2 noites num riad dentro da Medina, pois eu queria muito de ter estas duas experiências: ficar hospedada num riad e que ele fosse dentro da Medina…

Leia mais: O luxo do Mandarin Oriental Marrakech

O luxuoso Mandarin Oriental Marrakech
O luxuoso Mandarin Oriental Marrakech

Os riads são os tipos de acomodação mais comuns do Marrocos e é, na verdade, uma casa com um pátio central lindo no seu interior, geralmente onde localiza-se uma piscina ou fonte e vários quartos em volta. Nós escolhemos o Riad Limouna por ser super bem avaliado no Trip Advisor e realmente foi um encanto! Simples, mas muito limpo, com excelente atendimento do dono, um ótimo café da manhã e uma localização ótima na Medina.

Pátio interno do Riad Limouna
Pátio interno do Riad Limouna

Onde comer em Marrakech

Este assunto merece um post especial, então acesse: Marrocos: onde comer em Marrakech

Locomovendo-se em Marrakech

A melhor maneira de locomover-se em Marrakech é de táxi e usamos este tipo de transporte algumas vezes para irmos do nosso primeiro hotel, o Mandarin Oriental, até a Medina e vice versa, como também para voltamos do bairro de Guéliz para Medina. Mas uma dica: peça pra ligarem o taxímetro antes de entrar no carro ou negocie um preço fixo, porque os taxistas são velhacos e vão querer tirar proveito. Já saí de um táxi 3 vezes até ele fazer um preço justo!

Para voltar ao aeroporto, reservamos um transfer direto com nosso Riad, ao custo de 15 euros. Foi o melhor custo benefício, além de mais seguro.

Já na chegada, usufruímos do serviço de transfer que o Hotel Mandarin Oriental oferece aos seus hóspedes e , inclusive usufruímos desta comodidade para nos locomover, uma vez, do hotel até a Medina.

Moeda

A moeda é o dirham marroquino (MAD). 1 Real vale, aproximadamente, 3 Dirhams.

Sou mulher, posso viajar sozinha pra Marrakech? Como devo me vestir?

Recebi esta pergunta algumas vezes e até acho que se pode viajar sozinha, principalmente para Marrakech que é uma cidade, digamos,  mais cosmopolita que outras do Marrocos, mas este é um tipo de país no qual eu não aconselho que mulheres viajem sozinhas, já que o machismo e a violência contra mulheres são altos. Um dia à noite, pegamos o caminho errado para nosso Riad e acabamos nos infiltrando numas ruelas estreitas e escuras e tivemos a sensação de estarmos sendo seguidas por um cara de moto. Apertamos o passo, tentando disfarçar o medo…infelizmente não tinha nenhum lugar ou estabelecimento que pudéssemos entrar…isso porque estávamos em 3 pessoas, agora imaginem só se eu estivesse sozinha? Não aconteceu nada, pode ter sido só uma cisma, mas poderia… Pelo difícil ou quase zero contato que os marroquinos têm com mulheres antes de se casarem, as mulheres ocidentais são bastante assediadas e isso, às vezes, é meio estressante! Por isso, vestir-se adequadamente, com ombros cobertos e sem roupas justas e curtas é essencial para impor mais respeito e evitar maior assédio! Nas Medinas então, isso é imprescindível, embora  se veja outros tipos de vestimentas inapropriadas.

marrakech_marrocos0021
Um dos looks que usei no Marrocos…

Quando visitar Marrakech

Nós visitamos Marrakech em Maio/16, pouco tempo antes do Ramadã. Era baixa temporada ainda (maio a setembro). O clima era calor de dia e um pouco frio à noite. Temperatura média nesta época é de 28ºC. Pegamos muita chuva em nossos dias lá, coisa rara! No Ramadã tudo fica mais complicado, restaurantes fecham  durante o dia e comer em público é considerado uma provocação. Se puder, evite este período. A alta temporada vai de Novembro a Março.

Será que gostei de Marrakech?

Perder-se pelas ruelas dos souks, sem compromisso e em ter que contar o tempo, assistir aos encantadores de serpentes, ser ludibriado pelas centenas de vendedores da Praça Jemaa el-Fna querendo te empurrar qualquer coisa, comer o delicioso tajine e tomar chá de menta, ahhh, Marrakech, você me deixou com saudades…Se eu gostei? Eu amei…

Leia também:

Roteiro de viagem: França, Espanha e Marrocos

O luxo do Mandarin Oriental Marrakech

Mes´Lalla, o restaurante do Mandarin Oriental Marrakech: uma verdadeira experiência gastronômica!

Marrocos: onde comer em Marrakech

Outros blogs que recomendo com ótimas dicas do Marrocos:

Tô Pensando em Viajar, da Alessandra Fratus

Voali , da Priscila

 

PLANEJE SUA VIAGEM

Se você gosta das dicas do blog e se de alguma forma elas ajudam você a planejar sua viagem, ajude-nos a manter o site fazendo faça suas reservas através dos links abaixo, sem nenhum custo adicional. Clicando nestes links, você contribui para manter o site sempre no ar e não tem que pagar nada a mais por isso!

Reserva de Hotéis

Booking.com: é o site onde reservo praticamente 100% dos hotéis nas minhas viagens. Ele é super prático e na grande maioria das vezes disponibiliza reservas com cancelamentos grátis. Nele é possível selecionar os hotéis por categorias, preços, localização e comodidades! Clique neste link para reservar seu hotel.

Aluguel de Carros

Rentalcars.com: uma das maiores empresas de aluguel de carro no mundo, onde é possível comparar preços em diversas locadoras do mundo, dentre elas, as gigantes Hertz, Avis, Europcar, etc. As reservas geralmente são canceláveis gratuitamente, já que planos de viagem sempre podem mudar! Sempre reservo meus carros com a Rentalcars no mundo todo e super indico. Clique neste link para reservar seu carro com a RentalCars.

4 thoughts on “Marrocos: o que fazer em Marrakech, a cidade vermelha!”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • Na minha 4 viagem à Tailândia queria um lugar ainda pouco explorado e tive a grata surpresa em conhecer Koh Lipe ! Foi amor à primeira vista 😍😍😍 Em breve contarei tudinho no blog! #tailandia #viciosdeviagemtailandia #kohlipe
  • Post novo no blog: review completa do hotel #MandarinOriental de Singapura...😉😘 #cingapura #singapore #moviews @mo_singapore
  • Sábado de sol em #SãoPaulo 😍😍😍 #kouzina #clericot
  • Começamos e terminamos #trip pelo Sudeste Asiático em #Cingapura, onde mais uma vez, tive o privilégio de me hospedar na rede #MandarinOriental, no fantástico @mo_singapore ! A vista da piscina e dos quartos deste hotel são exclusivas e um luxo só! Super recomendo! Já posso voltar? Em breve review completa deste super hotel no blog 😉 #MOviews #FansOfMO #viciosdevigemCingapura #singapore
  • Que tal as praias da Tailândia para este domingão?! Não seria nada mal... #mayabay #thailand #tailandia #viciosdeviagemtailandia
  • Que tal um mergulho agora nestas águas azuis turquesa de Koh Lipe? Marque quem deveria te levar pra lá ! #tailandia #kohlipe #viciosdeviagemtailandia
  • O mundo árabe me fascina... é tudo tão diferente da nossa cultura, tantas coisas interessantes! O fato das mesquitas 🕌 chamarem seus fiéis 5 vezes ao dia para orar e as mulheres terem alas separadas são algumas delas! Esta é s Grand Mosque, uma das poucas abertas a não muçulmanos em #Doha, #Catar! #viciosdeviagemQatar #qatar
  • A corniche de #Doha é um calçadão de 7 km à beira mar onde as pessoas costumam passear no fim de tarde... Às sextas-feiras, dia de descanso dos muçulmanos 🧕🏼, a corniche fica repleta de famílias fazendo piquenique,
brincando, praticando esportes... De quebra ainda tem belos edifícios como pano de fundo e o Golfo Pérsico bem adiante pra admirar! #catar #qatar #viciosdeviagemQatar

Me Acompanhe no Instagram