Filipinas: nadando com tubarões-baleia em Oslob

Oslob, um pequeno vilarejo ainda praticamente desconhecido de muitos (eu pelo menos nunca tinha ouvido falar), localizado no sul da ilha de Cebu, Filipinas, é um exemplo daquele famoso ditado: “é nos pequenos frascos que estão os melhores perfumes”. Um lugar que poderia passar desapercebido de qualquer viajante se o mesmo não soubesse que ali está uma das maiores atrações das Filipinas: os tubarões-baleia! E melhor: você pode nadar com eles!

DCIM104GOPROG2664685.

Acho que eu poderia viver minha vida inteira só mergulhando e minha chance de encontrar com um bicho destes na natureza, o maior peixe do mundo, seria praticamente zero! Mas em Oslob eles estão lá, digamos até numa certa abundância, no seu habitat natural, com chance de serem vistos em 99,9% das vezes (sim, sempre existe um risco de não encontrá-los!)

E não bastasse esta atração incrível, o vilarejo ainda tem uma cachoeira estupenda de linda e uma ilhota quase intocável de cor azul bebê, a poucos metros da sua costa! Belezas naturais pra ninguém botar defeito, não é?

IMG_8676

Nadando com tubarões-baleia em Oslob

Nosso dia começou cedo. Às 5:30 da manhã já estávamos de pé para pegarmos o transfer do nosso hotel até o ponto do Whale Shark Watching. A ideia era irmos de barco a remo, mas o mar estava meio agitado e o hotel nos levou de moto. Há duas saídas diárias: às 6h e às 8h e nós fomos na primeira hora!

DCIM104GOPROGOPR4711.

DCIM104GOPROGOPR4728.

DCIM104GOPROGOPR4713.

Quando chegamos, o lugar já estava cheio de gente, mas a bilheteria ainda fechada.

Nos acomodamos para ouvirmos algumas orientações sobre como nos comportarmos junto aos tubarões. Logo a bilheteria já abriu.

Deixamos nossa mochila num locker e entramos num barquinho com mais outras pessoas. Eu estava mega ansiosa pra ver aqueles bichões logo…Parecia algo meio impossível ver esta espécie tão rara a menos de 200m da praia…Parecia história de pescador.

Dentro do barco já avistei a bocona dos bichões se alimentando fora d´água, mesmo que de longe…Empolgação a mil!

DCIM104GOPROG2664683.

DCIM104GOPROG2654677.

Embora pareça algo montado (e no fundo acaba meio que sendo mesmo), achei aquela coisa meio surreal…estar cara a cara com o maior animal do mundo. Não fosse ali, a probabilidade de se topar com um animal desses no seu habitat natural é extremamente remota… Muita sorte de quem já viu! Então eu estava super empolgada e assim que o marinheiro deu OK, eu já pulei na água!

DCIM104GOPROG2674705.

Quando caí na água, já dei de cara com um enorme na minha frente; olhei pro lado e avistei outro! E mais outro, e mais outro…Acho que tinha uns 5 – 6 por ali…

Que coisa fantástica, muito lindos! Embora sejam bem grandes, pareciam que ainda eram filhotes. Li que um tubarão adulto chega a 25 m, embora seja muito raro encontrá-los deste tamanho na natureza. Os que vimos variava entre uns 8 a 12 m, acredito eu.

DCIM104GOPROG2604617.

DCIM104GOPROGOPR4717.

Às vezes eu me assustava quando via que estava tão próxima deles, ainda mais quando a boca estava aberta para receber comida! A impressão é que iriam me devorar haha

DCIM104GOPROG2674697.

Os tubarões-baleia são dóceis e não são carnívoros, só comem plâncton, mas aquela bocona enorme vindo na minha direção às vezes chegava a me assustar e eu ficava meio apavorada com medo de encostar neles, mesmo que sem querer… Aliás, tocar nos bichos é proibido sob pena de multas. Eles pedem que nós fiquemos a 4 metros de distância dos tubarões, o que é praticamente impossível! Na tentativa de me afastar, às vezes eu batia a cabeça na estrutura lateral dos barcos…Às vezes eu ia na direção deles pra tentar tirar uma bela foto (comigo junto foi praticamente impossível) e depois saia nadando rápido, meio apavorada com medo de ser engolida viva hahaha  Hilário! Queria passar a manhã inteira por ali com aqueles seres lindos e dóceis…

DCIM104GOPROGOPR4716.

O nado com os tubarões dura apenas 30 minutos e você sabe que acabou quando, de repente, eles somem de perto de você, já que os barqueiros param de alimentá-los propositalmente…Aí começa tudo de novo, mas com outros barcos e em outro ponto.

Tudo acontece a poucos metros da praia, dá pra ir nadando se quiser, mas com certeza não deve poder sem registro e pagamento.

DCIM104GOPROG2654676.

Além do fato de termos que nos manter afastados dos tubarões, o visitante também deve cumprir outras regras, como: não tocá-los, não usar câmeras com flash, não alimentar os tubarões (nem mesmo de dentro do barco), não usar filtro solar, hidratantes, etc previamente…

Minha dica é: chegue cedo, bem cedo! Esteja lá por volta das 6:00 da manhã. Imagino que depois aquilo deve ficar insuportável de tanta gente, ainda mais se for fim de semana.

Amanhecer em Oslob…Antes das 6 da manhã e o sol já estava a pino!

Leve o mínimo de coisas possíveis e claro, dinheiro e câmera à prova d´água! Vá de chinelo até chegar ao barco porque as pedras machucam.

Mesmo sendo tão rápido e tendo tão pouco tempo, eu me diverti e achei aquela experiência maravilhosa. Adorei e recomendo!

O local funciona o ano todo, das 6:00h ao meio-dia!

Quanto custa:

O nado de 30 minutos com os tubarões-baleia custa PHP 1000,00 por pessoa.

É possível somente assistí-los do barco por 500 pesos (super sem graça!) e até mergulhar com cilindros, que neste caso são mais caros, mas nada absurdo. Acho que tem suas vantagens e desvantagens. A vantagem é que você poder estar naquele ângulo perfeito para posar com eles para as fotos, enquanto na superfície todos se acotovelam pra ficarem perto dos gigantes.

DCIM104GOPROG2674706.

A desvantagem é que, justamente por eles se alimentarem de plânctons, eles ficam quase que o tempo todo sugando a comida da superfície d´água, logo pra quem está no fundo, vai ficar sempre abaixo dos bichos. Além disso, o preço é mais caro e a amolação de vestir/tirar roupa de mergulho, colocar equipamento , etc é bem maior. Não vi ninguém fazendo mergulho de cilindro enquanto eu estava lá.

 

Como chegar:

A maior parte das pessoas que vão para Oslob, chegam à ilha de Cebu pelo aeroporto de Mactan, em Cebu City. Ônibus da empresa Ceres partem do South Bus Terminal e custam bem baratinho, mas os ônibus são, muitas vezes, abarrotados e sem ar condicionado! O trajeto leva cerca de 3 a 3,5 horas, mas o trânsito de Cebu é caótico e esteja preparado para demorar até mais. Táxis custam 2000 pesos.

Outra opção mais rápida é pelo aeroporto de Dumaguete, na ilha de Negros Oriental. Do aeroporto, pega-se um triciclo (média de 130 pesos) até o porto de Sumilan e lá há barcos frequentes para o porto de Lilo-An. O trajeto dura 20 minutos e custa 62 pesos. De Lilo-An até o Whale Shark Watching são mais 20-30 minutos de triciclo (200 a 300 pesos).

Como nós fomos

Nós fomos para Oslob de táxi (2000 pesos), vindos de Moalboal, do outro lado da ilha e saímos pelo aeroporto de Dumaguete. Se eu fosse só pra Oslob, consideraria chegar e sair pelo aeroporto de Dumaguete, pois é bem mais perto e prático!

Também é possível chegar vindo da ilha de Bohol de ferry.

 

Onde ficar:

Quanto mais perto do Whale Shark Watching ficar, melhor…Do lado tem um hotelzinho chamado Aaron Beach Resort, no qual tentei contato algumas vezes e nada! Ninguém me respondeu…

Seafari Resort, Oslob, ilha de Cebu

Com medo de arriscar a ficar sem hospedagem, reservei pelo Booking.com o Seafari Resort. O hotel fica bem próximo da atração, bem como da entrada para as Tumalog Falls, mas tem um inconveniente enorme: os cerca de 250 degraus que temos que descer ao chegar pela primeira vez (e pior depois para subir). Num dia eu subi  vezes e desci 2. No outro dia não sentia minha bunda e minhas pernas kkk Pelo menos faz bem pra saúde.

DCIM104GOPROG2864913.

O staff do hotel leva as malas pelo menos, mas a gente fica com dó e acaba dando gorjetas mais gordas para eles. Além disso, nosso quarto tinha um ligeiro odor de mofo, que logo desaparecia após nosso olfato se acostumar com o cheiro. O preço é caro para o serviço prestado, em geral. Pagamos cerca de 70 USD na diária. O café da manhã é básico, estilo americano, mas foi suficiente!

IMG_8617

Jantamos no hotel na noite que chegamos e os pratos são muito bem apresentados, embora nossa lula estivesse dura. O restaurante fecha às 22h e quase ficamos sem comida.

IMG_8602

O mais legal são as piscinas de borda infinita, de frente pro mar e pro nascer do sol! O centro de Oslob não tem nada de especial e fica bem longinho do Whale Shark Watching, então eu ainda acho que vale a pena ficar mais perto das duas atrações principais da cidade. Meu marido já preferia ter ficado no centro, perto do (pouco) movimento do que ter ficado 250 degraus escada abaixo haha

IMG_8618

IMG_8593

DCIM104GOPROGOPR4737.

DCIM104GOPROGOPR4738.

DCIM104GOPROG2834880.

DCIM104GOPROG2844886.

De qualquer maneira, para um vilarejo que não tem muitas opções, foi até bom. O problema mesmo são as escadas.

Quanto tempo ficar:

Nós chegamos a Oslob na noite anterior ao mergulho , por volta das 21:00h. Jantamos e fomos dormir. No dia seguinte, acordamos muito cedo, comemos apenas uma banana para forrar o estômago e fomos pro mergulho. Antes das 8h da manhã já estávamos de volta ao hotel, onde tomamos o café. Depois eu fui pra Tumalog Falls. Fui de moto com uns mototaxis que ficavam na porta do hotel e levei mais umas 2 horas entre ida e vinda e mais o tempo que fiquei na cachoeira.

IMG_8694

Umas 11:30 fizemos check-out no hotel e fomos negociar um taxi pra nos levar ao porto de Lio-An, onde pegamos o ferry pra Dumaguete, desembarcando no porto de Sumilan.

IMG_8703

Do porto, mais um triciclo até o aeroporto de Dumaguete. O aeroporto é mega pequeno, então não adianta chegar com muitas horas de antecedência.

DCIM104GOPROGOPR4761.

Este tempo foi suficiente para nadar com os tubarões e visitar a Tumalog Falls, mas é um pecado estar ali e não dar um pulinho na ilha de Bohol, com praias lindas (requer uns dias a mais no roteiro), ilha de Sumilon, há poucos metros da costa, perfeita pra um bate-volta, e que por sinal, tem um hotel muito bom chamado Sumilon Bluewater Island Resort e, principalmente, nas praias paradisíacas da região de Dumaguete, como Apo Island e outras (que também requer uns dias extras no roteiro).

DCIM104GOPROG2714776.

Tumalog Falls

Imperdível pra quem está na área…A água brota em camadas de um paredão de pedras com musgos, como se fosse uma névoa e cai num poço azul refrescante! Divina…

DCIM104GOPROGOPR4834.

Pra chegar até a base rápido é só pagar uns pesos para os muito motociclistas que ficam na entrada da cachoeira. Se não quiser gastar, deixe pra reservar a moto na volta, já que a subida é bem íngreme!

IMG_8670

IMG_8698

IMG_8665

DCIM104GOPROGOPR4846.

IMG_8658

IMG_8659

DCIM104GOPROG2704764.

DCIM104GOPROG2784823.

IMG_8653

DCIM104GOPROG2684752.

Vejam o videozinho que fiz sobre o nado com estes gigantes e um pouquinho do visu da Tumalog Falls:

 

Clique para ver todos os posts das Filipinas que já escrevi!

22
May

Kawasan Falls, a mais bela cachoeira das Filipinas e canyoneering pelo rio Matutinao

A Kawasan Falls é a cachoeira mais famosa das Filipinas e está se tornando uma das mais conhecidas dos viciados em viagens, graças aos instagrams filipinos rs. Aliás, foi no instagram que eu a descobri, por sinal! Lembro até hoje da primeira vez que vi uma foto do lugar em algum instagram filipino e corri pro Google Maps pra saber onde ficava…

IMG_8522

A cachoeira ainda não foi descoberta pelo turismo de massa e ainda não figura entre as top 5 ou 10 mais bonitas do mundo, estas coisas, mas acho que isto está com os dias contados…Na verdade, o que faz desta cachoeira uma das mais bonitas que já vi, na minha opinião, nem é a queda da água em si, que é até pequena e nada demais, mas sim a cor azul turquesa dela e do poço onde ela deságua, que aí sim, não existe em nenhum outro lugar, além de uma localização super privilegiada, dentro das montanhas de Matutinao, cercada de muito verde.

DCIM104GOPROGOPR4464.

Todo mundo que vai pra Kawasan Falls vai por meios tradicionais e visita apenas a cachoeira, indo no máximo até o terceiro nível dela, que é bem bonito, mas não tanto como a base. A vantagem é que é mais privativo.

IMG_8555

Da forma convencional, chega-se a Kawasan Falls a pé, cerca de 20 – 30 minutos caminhando por uma agradável e relaxante área (a beleza do lugar já começa na trilha) ou indo na garupa das motos que ficam na entrada do local, a um custo bem baratinho, algo em torno de 50 PHP. Caso opte por ir caminhando, podem ir tranquilamente sem nenhuma ajuda de guia. O caminho  é único e a única taxa a pagar é a de entrada, que custa 10 PHP.

IMG_8494

Mas como eu não gosto de nada muito convencional e adoro aventuras e lugares que fujam um pouco do óbvio, descobri um jeito ainda mais lindo e muito mais emocionante de visitar as Kawasan Falls: fazendo canyoneering pelo Rio Matutinao.

12204946_800949023346986_614235043_n

O canyoneering é uma modalidade ao ar livre que mistura caminhadas, escalada, saltos, rapel, natação, flutuação, etc, ao longo de um cânion, neste caso, ao longo do rio Matutinao, que não deixa de ser um cânion já que suas laterais, muitas vezes, são enormes paredões de pedras. O Matutinao River é um dos rios mais lindos que já vi na vida e o único modo de conhecê-lo e desfrutar de sua beleza é fazendo o canyoneering. Além disso, foi a parte mais divertida de toda nossa viagem, então só posso recomendar que vocês o façam também!

Pois é, eu nunca tinha ouvido falar disso e não sabia que existia esta possibilidade, até achar um canal no Youtube da fofa Marina, do canal Marinacation. Foi depois de assistir a um vídeo dela, que descobri a possibilidade de “descer o Rio Matutinao” até desembocarmos no primeiro dos três estágios da Kawasan Falls. A Marina me deu todas as dicas e o contato do guia, dela, o Albert Aspacio, com quem nos aventuramos pelo rio.

12233177_801159483325940_1708495315_n

DCIM104GOPROGOPR4294.

O Albert, nosso guia, foi um amor e só tenho elogios a ele e sua equipe. Além de conhecer muito bem a região, ele é um ótimo fotógrafo e teve muita paciência com todos nós. Ele está no Facebook. Por falar em guia, é obrigatório fazer este passeio com um, porque só os guias sabem o lugar certo de andar pelas pedras e saltar na água sem rachar a cabeça. Segurança neste esporte é assunto sério!

DCIM104GOPROGOPR4370.

12212013_800949333346955_513319441_n

12231515_800949910013564_871492028_nComo foi a aventura….

Saímos do nosso hotel em Panagsama Beach, em Moalboal, às 8:00h, em sentido ao estacionamento próximo da Kawasan Falls, onde o Albert iria nos encontrar. Fomos de triciclo, que nos custou 400 pesos (uma fortuna, dá pra negociar). O trajeto durou uns 20 minutos até a entrada do parque, que era próxima da casa do Albert. Como ele já me conhecia da internet, ele me reconheceu dentro do triciclo e paramos em frente à sua casa, onde vestimos nossas roupas, coletes, capacetes, etc.

12212347_800946623347226_848474204_n

Nós levamos nosso calçado à prova d´água, que por sinal ficou destruído depois do canyoneering e tivemos que jogá-lo no lixo, mas o Albert tem calçados e todos os acessórios e roupas estão inclusos no pacote, que custou na época, 1300 PHP por pessoa. Ele ainda me deu bóias para minha gopro, para evitar que ela caísse na água e se perdesse.

DCIM104GOPROGOPR4284.

DCIM103GOPROG2083930.

Além de mim e do Alê, estavam um casal de filipinos e suas 2 filhas.

Equipados com aqueles acessórios e capacete com antenas que pareciam com as do Chapolin Colorado, montamos na garupa das motos por volta das 9:15 e fomos estrada acima até chegamos no ponto alto do rio Matutinao. A aventura já começava ali, na garupa da moto, quando eu pulava igual pipoca a cada buraco na estrada de terra. Acho que minha poupança saltava meio metro acima do banco haha.

DCIM103GOPROGOPR3882.

A cor da água e a formação rochosa dos canyons já me impressionavam pelas fotos que via no instagram, ao vivo então era fantástico!

O passeio começa aqui, comum salto de aproximadamente 8 m na água!

E aí, todos a postos, a aventura começa com um majestoso e alto salto na água de cima do desfiladeiro! A altura era bem razoável e chega a estalar o bumbum e a gente emerge até meio atordoado com o impacto, mas é uma adrenalina incrível! No mínimo divertido…

DCIM103GOPROGOPR3925.

Dali em diante são cerca de 4 horas de muita adrenalina, impactos, caminhadas, flutuação, mais saltos, pausas para lanchinho e cenários deslumbrantes que parece estarmos num cenário de filme da Disney…. Perfeito! A natureza deste pais é exuberante e deixa a gente estarrecido com a dimensão da sua beleza!

As fotos não vão conseguir expressar a beleza, tem um videozinho no final deste post que eu fiz pra tentar mostrar um pouco desta aventura fantástica!

DCIM103GOPROGOPR4054.

A equipe do Albert leva bolsas à prova d´água, então conseguimos levar dinheiro, celular e minha câmera profissional, sem problemas.

Como nem tudo é perfeito , meu cartão de memórias encheu pouco antes de chegar na Kawasan Falls e perdi um certo tempinho deletando umas fotos velhas, já que eu não tinha outro (#errodeprincipiante #sóquenão). Mais uma vez o Albert foi a mãe da paciência comigo e me esperou ajustar a câmera!

Por falar em Gopro, este é um passeio onde ter uma gopro faz toda a diferença! recomendo demais e comprei a Gopro antes de viajar pra Filipinas só pra poder registrar estes momentos, se não, não seria possível!

DCIM103GOPROG2154027.

DCIM103GOPROG2174042.

A chegada nas cachoeiras é feita de cima pra baixo, claro, e a primeira parada é no estágio 3 da Kawasan Falls, onde tem uma queda d´água pequena e uma piscininha quase privada.

Aqui uma dica: quem não quiser fazer o canyonnering  e for conhecer so a Kawasan Falls , mas quiser conhecer um pedaço do rio Matutinao, é só vir até este ponto e ir caminhando um pouco peo rio em sentido contrário ao nosso! Recomendo levar calçado próprio para andar na água.

IMG_8467

Ali paramos para mais um lanchinho, incluído no passeio.

Seguimos paro estágio 2, que se parece bem como o 3 e depois, vamos até o 3, passando pela parte onde se avista a queda da principal cachoeira do alto… Surreal de lindo!

IMG_8504

DCIM104GOPROGOPR4454.

Ao chegarmos na Kawasan Falls, ainda temos tempo de relaxar e apreciar a beleza. O local conta com lanchonete e até acomodações econômicas, pra quem quiser um contato mais profundo com o local.

IMG_8513

IMG_8546

Como chegar na Kawasan Falls:

A Kawasan Falls fica no coração da ilha de Cebu, na região de Badian, há 130 km de Cebu City. Para chegar lá, pode-se ir de táxi (3 horas) a partir do aeroporto de Cebu ou de ônibus (4 horas) a partir do South Bus Terminal, também na cidade de Cebu.

Nós chegamos na ilha de Cebu pelo aeroporto de Mactan (Cebu City), vindos de Puerto Princesa (El Nido), num vôo direto da Cebu Pacific.

Como nós chegamos: No aeroporto pegamos um táxi para o South Bus Terminal com a intenção de pegarmos um ônibus até Moalboal, onde dormiríamos na noite anterior à visita à Kawasan Falls. Só que o ônibus estava tão lotado e sem ar condicionado, que desistimos deste perrengue e contratamos um táxi, que nos levou direto ao nosso hotel, na praia de Panagsama Beach, em Moalboal. Pagamos PHP 2000 pelo trajeto.

Quem quiser ir de ônibus, é só tomar um táxi do aeroporto até o South Bus Terminal e lá, pegar o ônibus amarelo da empresa CERES até Bato via Barili (não pegar via Oslob).

Como nós fomos embora: de Moalboal, seguimos viagem para Oslob no final da tarde após nosso passeio pela Kawasan. Novamente tentarmos ir de Moalboal para Oslob de ônibus, mas só passava ônibus lotado e sem ar condicionado. Desistimos de novo e negociamos um táxi por PHP 1800, mas no fim acabamos dando PHP 2000 pro cara, porque ele foi muito gente boa conosco e nos deu muitas informações das Filipinas rs.

Em Oslob mergulhamos com tubarões-baleia , assunto para o próximo post, e depois pegamos um vôo em Dumaguete, ilha de Negros Oriental Bangkok com conexão em Manila, com a Cebu Pacific.

IMG_8511

Onde montar base para conhecer Kawasan Falls:

O lugar mais procurado para montar base e conhecer as Kawasan Falls é o vilarejo de Moalboal.

Sobre Moalboal

Moalboal, na verdade, é o nome de uma comunidade que se “desenvolveu” ao longo de um trecho da estrada, o que é muito comum de se ver nas Filipinas, e os dois centrinhos mais turísticos desta cidade é Panagsama Beach e White Beach, duas praias distintas e relativamente próximas, onde está a maioria dos hotéis, hostels e restaurantes.

IMG_8576

Nós ficamos em Panagsama Beach, no Marcosa´s Cottage Resort. Reservarmos o hotel em cima da hora, pelo Booking.com. O hotel é bem gostoso, com uma bela piscina, um café da manhã padrão, mas gostoso e a poucos passos da praia.

IMG_8454

IMG_8450

O vilarejo é bem rústico e não há muito o que fazer por lá e este é o charme do lugar: sua única obrigação é não fazer nada, porém, Moalboal por mergulhadores devido sua rica vida marinha. Por ali é comum encontrar cardumes gigantescos de sardinhas, que fazem a alegria da galera! Infelizmente não conseguimos aproveitar a praia, pois tínhamos que seguir viagem pra Oslob, mas recomendo um dia extra no vilarejo pra aproveitar as praias e fazer snorkeling ou mergulho. Como encaixei Cebu em 2 dias que “sobravam” no meu roteiro, foquei na Kawasan e no mergulho com os tubarões.

Há também possibilidade de ficar nos alojamentos dentro de Kawasan Falls, mas eu não recomendo pois não há nada pra fazer lá dentro à noite.

Outros hotéis que têm boas avaliações:

Panagsama Beach:

Magic Island Dive Resort

Quo Vadis Resort

 

White Beach:

The Blue Orchid Resort

Dolphin House Resort Moalboal

Quando eu fui (Out/2015), não encontrei quase nenhuma informação em português sobre este destino (agora já tem este blog que vos escreve rsrs), mas um blog em inglês que me ajudou muito foi o Self-Planned, da Maria.

Conhecer a Kawasan Falls e principalmente, fazer o canyoneering pelo rio Matutinao, foi uma daquelas coisas que valem a viagem. Simplesmente adoramos e recomendo muito que vocês incluam este destino fantástico no roteiro pelas Filipinas…Como diz Ricardo Freire, “vai por mim”.

Clique para ler todos os posts das Filipinas

17
Apr
Página 1 de 16312345